Pular para o conteúdo principal

A fila e o difícil exercício do exemplo


Depois que as cidades cresceram, os bancos encheram de pessoas, os supermercados ficaram abarrotados de seres humanos apressados, institui-se a FILA!
Como ninguém gosta de perder tempo, há aqueles que querem driblá-la e para isto usam inúmeros artifícios.
Há os que, mais idosos, com direito a uma fila específica, menor, em alguns lugares, ainda não contentes de terem que ficar nesta fila, pois têm prioridade no atendimento, colocam um filho, uma nora, um netinho, para guardar  lugar na fila normal, assim onde for mais rápido, ele irá passar suas despesas ou o pãozinho.
Há também aqueles que, vendo a fila imensa e desorganizada, olham a fila longamente, visualizam um “conhecido”, ficam do lado dele, conversam, falam de diversos assuntos, a fila vai andando, ele ali, “dando uma de joão sem braço”, até que o amigo é chamado ao caixa, ele rapidamente passa suas contas, fica do ladinho, sai em seguida, realizado. Burlou a fila!
Há as longas filas nos estádios, em escola no início do ano, em show de cantor adolescente... Nestes lugares aparece a figura do “guardador” de lugar na fila.  Estes cobram para ficar ali, dias, noites, com chuva, com sol.
Esta figura do guardador está se popularizando muito. Com ele também se populariza o “guardar” lugar. As pessoas não veem mal nenhum nisso. É algo inocente. Guardam lugar para um amigo, um conhecido, um colega de trabalho.
Isto acontece nos lugares mais inusitados.  Comece a observar. Olhe a seu lado e verá muita gente praticando isto.
Além dos lugares inusitados. Há pessoas que a gente acha que não faria isto. Não seria deselegante, deseducado (ou seria mal educado?).
Outro dia soube que em um evento de educadores, isto aconteceu!!! Sim, o jeitinho brasileiro. Lá havia alguém que guardou lugares para os colegas de trabalho sentarem. Como se no lugar amplo, com muitas cadeiras, fosse faltar lugar para todos se sentarem confortavelmente.
E você? Costuma “guardar” lugar? Costuma usar do “jeitinho” para ter vantagem até para sentar? Já entrou correndo no trem ou no ônibus, empurrando, dando cotoveladas nos outros só para poder sentar?
Como cobrar educação e urbanidade dos outros, se não dermos o exemplo?

"O homem acredita mais com os olhos do que com os ouvidos. Por isso longo é o caminho através de regras e normas, curto e eficaz através do exemplo."Autor - Séneca (Fonte: citador: http://www.citador.pt/frases/citacoes/t/exemplo)

Comentários

Jose Carlos disse…
Excelente observação , cito o exemplo da pessoa que guarda a fila no supermercado e depois chega uma outra com 2 carrinho
s cheios, ferindo a expectativa dos demais.
catléia disse…
José Carlos, que bom que gostou. Espero que se torne um seguidor do meu blog, volte outras vezes, comente sempre que quiser.

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas sobre provas para eliminação de matérias e ENCCEJA E ENEM

Escrevi uma postagem com dicas para concurseiros de primeira viagem, mas analisando os atendimentos diários que faço no meu trabalho, pensei em escrever outro(s) texto(s) com dicas ou orientações sobre outros assuntos, pois mesmo com tanta informação disponível, as pessoas continuam sem conhecimentos básicos, que podem ajudá-las a resolver problemas simples do seu cotidiano, que vão desde onde procurar a informação, como também onde cobrar seus direitos.
Para começar esta série de textos, vou falar um pouco das provas para eliminação de matérias. As pessoas buscam muito este tipo de avaliação, na qual, desde que atinjam as médias, eliminam todo o ensino fundamental ou todo o ensino médio.
Para quem pretende eliminar o ensino fundamental - Ciclo II (antigo ginásio, 5ª a 8ª série, 6º ao 9º ano atualmente) poderá fazê-lo por meio do Encceja, que é uma avaliação de eliminação de matérias, ou seja, o candidato pode ir eliminando áreas (Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Ciências Hum…

ENCCEJA 2017 – ELIMINAÇÃO DE MATÉRIAS – CONCLUSÃO ENSINO FUNDAMENTAL – CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO

Se este texto for útil para você, deixe seu comentário, dizendo se gostou, como encontrou este blog.

Se você precisa concluir o Ensino #Fundamental ou Ensino #Médio, não tem condições de frequentar a escola, tem 15  ou 18 anos, poderá se inscrever para as provas do #Encceja, que o MEC voltará a aplicar neste ano. Por meio desta prova você pode obter a #conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio, ou ainda, eliminar as matérias, nas quais conseguir acertar ao menos 50% das questões em cada área, inclusive na redação. Importante salientar, que a partir deste ano o #Enem deixará de servir para certificação do Ensino Médio, portanto se você precisa concluir o Ensino Médio aproveite e faça o #Encceja2017. Outra informação muito importante, para quem reside no Estado de São Paulo, é que após realizar a prova do encceja e não passar em todas as áreas, poderá procurar, a qualquer momento, um dos CEEJAS existentes. O CEEJA é uma Centro de Educação de Jovens e Adultos, que é um projeto, cuja fr…

Documentos escolares: onde encontrá-los?

Muito já se falou a respeito da internet. Que é uma boa ferramenta. Que é perigosa, em especial para crianças, que ainda não têm senso para perceber o perigo. Além disto, já se falou também da infinidade de informações que temos acesso pela net. Vamos falar, neste texto, deste último ponto. Como ter acesso a esta infinidade de informações, chegando até a informação que se deseja. Por meio deste blog, sempre recebo perguntas de internautas sobre alguns textos, alguns assuntos, que abordei em outras postagens, pedindo maiores informações. Ontem recebi um destes questionamentos, que pedia mais informações sobre o CEEJA. Deste questionamento surgiu a ideia desta postagem. Como a pergunta era relacionada à Educação, irei tratar, nesta postagem, disto... Onde conseguir maiores informações a respeito de: escolas, históricos, documentos antigos, etc... etc... Vou focar, nesta postagem, as informações relacionadas ao Estado de São Paulo, pois cada Estado da Federação tem uma Secretaria de Educação…