IMPOSTÔMETRO

João Delfiol Construções

João Delfiol Construções

RETROSPECTIVA DO BLOG

Criado com o Padlet

Postagem em destaque

Incoerências da (IN)justiça

  Entrei, há algum tempo, com um processo judicial para ter reconhecido o direito à aposentadoria especial como professor. Sou professora de...

Por que os médicos não assumem vagas em concurso públicos?


Acabei de ler uma notícia do Diário do Grande ABC falando da carência de médicos para assumirem cargos públicos nos hospitais e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) nas cidades da região.
Segundo informações do Jornal um médico ganha, por mês, ganha entre R$ 7.000,00 e R$ 12.000,00, dependendo da especialidade e da carga horária.
Ainda de acordo com o mesmo site em Concurso feito pela Fundação ABC os dados finais para efetivação de médicos: 676 inscritos e 438 foram aprovados. O jornal ainda informa que “Ao todo, a entidade convocou 286 médicos para o trabalho em dois hospitais, um pronto-socorro e 11 UPAs. Muitos médicos desistiram da vaga ou solicitaram a inclusão dos nomes no final da lista de chamada, pois não tinham interesse em assumir o cargo.”
Alguém tem ideia dos motivos os médicos não querem assumir estes cargos públicos?
Eu tenho uma hipótese, após alguns cálculos básicos baseados nas consultas cobradas aqui na cidade onde moro, que acredito, não deva ser muito diferentes em outras cidades. Claro que os cálculos com gastos são estimados, pois podem ser maiores, mas o preço da consulta médica particular é este sim!
Vejam os cálculos, o resultado final do ganho possível de um médico ao final de um ano de trabalho.
  
Consulta médica: R$ 250,00
Trabalhando 6 h por dia: R$ 1500,00 por dia
Se atender um paciente a cada 30 minuto: R$ 3.000,00 por dia
Se o médico trabalhar 20 dias no mês, ganhará: R$ 60.000,00
Gastos:
Se alugar uma sala no centro da cidade: R$ 2.000,00
Se pagar uma recepcionista: R$ 800,00
Telefone, água, luz, impostos: R$ 1.000,00
Total:  R$ 3.800,00
Resta ao médico:  R$ 56.200,00
Se ele trabalhar 11 meses ao ano:  R$ 618.200,00

Claro que os médicos acabam atendendo convênios, que pagam bem menos o valor da consulta, mas pensando bem, pela nossa experiência de vida, de ser consultada por diversos profissionais em convênios, consultas particulares, raramente encontramos um médico que demore 30 minutos para atender um paciente. Já passei por consulta médica que não demorou mais que 10 minutos, onde o profissional olhou os exames, indicou ou não algum medicamento, desejou-me uma boa tarde!
Pensando no valor de uma consulta particular... Alguém tem algum palpite dos motivos que levam os médicos a não assumirem as vagas dos concursos públicos?




Algumas características de uma mulher empreendedora


Na sexta feira passada tivemos que procurar, às pressas, uma floricultura para fazer uns arranjos e um buquê de noiva.
Após procura em alguns pontos de duas cidades, cidades de grande porte do ABC Paulista, fomos até as floriculturas próximas ao Cemitério da Vila Assunção.
Na primeira não havia muita opção, as “atendentes” estavam meio perdidas com outra cliente.
Na segunda a proprietária mais jovem atendia outra cliente, mas solicitou que aguardássemos um pouco enquanto ela terminava o atendimento.
Em seguida, nos atendeu, mostrou um portfólio com fotos dos arranjos florais que fazia, pediu desculpas pela qualidade das fotos; em seguida mostrou uma revista com opções de buquês. Perguntou o que a noiva desejava, assim poderia adequar os arranjos ao desejo da noiva.
Resumindo acabamos comprando lá os arranjos da mesa do bolo, o arranjo da mesa do juiz de paz, o buquê. Foi combinada também a arrumação dos arranjos no local do casamento, usando os vasos e acessórios da floricultura. Tudo isto na véspera! Podia dar errado...
O que aconteceu? No horário marcado lá estava a moça arrumando as mesas e os arranjos com simpatia e atenção.
Por que estou escrevendo este texto sobre um assunto aparentemente banal?
Porque esta jovem empreendedora demonstrou características muito importantes, que “prenderam” o cliente e conseguiu fechar uma compra. Além disto, como o serviço foi bem executado, respeitou os prazos, foi feito conforme combinado e com qualidade, eu estou aqui escrevendo este texto para falar das qualidades desta Empreendedora.
Você que está lendo, pode estar pensando “Acho que isto é conversa pra boi dormir!” Em tão pouco tempo a pessoa conseguiu as flores de acordo com o pedido da noiva, realizou o combinado, não deu nenhum furo?
Isto mesmo! Como ela conseguiu?
Primeiro: conhecia bem o ramo onde atua.
Segundo: conhecia os fornecedores, prazos e produtos oferecidos.
Terceiro: ofereceu diversas opções dos serviços/produtos da floricultura.
Quarto: gosta do que faz, procura atender o cliente com simpatia, educação, presteza.
Quinto: respeito aos prazos e combinados com o cliente.
Para esta mulher empreendedora deixo aqui minha homenagem e o agradecimento pelo ótimo serviço prestado, cujas provas estão registradas nas fotos abaixo.






Você também poderá gostar de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...