Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

João Delfiol Construções

João Delfiol Construções

RETROSPECTIVA DO BLOG

Criado com o Padlet

Inesquecível D. Ziná

Em nossa trajetória de vida sempre conhecemos pessoas, que nos ensinam algo. Ensinam com seus exemplos positivos e negativos também. Se formos relembrar teremos várias histórias para contar de coisas, que aprendemos com outras pessoas, que não os nossos professores das escolas. Não vou contar muitas destas histórias nesta postagem, mas uma delas. Quando criança íamos muito à casa de uma tia, fosse para visitá-la, para brincar com os primos, para assistir de televisão. Próxima à casa desta tia morava uma senhora portuguesa. A distância entre as duas casas, não era muita. Havia a casa de minha tia, outra casa de madeira, que mais tarde pertenceu aos pais do Prof. João Martins, depois ficava a casa desta portuguesa. A casa não tinha um grande quintal, como as demais da rua. Era uma casa pequena, de madeira como todas as outras, naquele tempo onde as casas de alvenaria eram coisas pra gente rica. Esta portuguesa, D. Ziná, tinha uns móveis coloniais, escuros, altos, com mármore bra

Dica de almoço delicioso e vista incrível!

Você está na região de Botucatu passeando e quer almoçar comida caprichada? Quer ver uma bela paisagem? Quer atendimento atencioso? Uma cerveja super gelada? Nunca falei deste restaurante aqui, mas já estive lá algumas vezes, portanto posso comentar sobre as mudanças, que vi ocorrerem neste período. O restaurante, inicialmente, era menor, mas o atendimento já era muito bom! Final do ano passado, não sei precisar a data, eles construíram diante do prédio existente, um mirante de madeira, onde tem um espaço legal, com umas quatro mesas e guarda-sóis. Deste lugar vê-se, sem interrupções, uma paisagem de tirar o fôlego! Hoje chegamos cedo, por volta das 11 horas, de propósito, pois assim poderíamos ficar no mirante, bem como almoçar com mais tranquilidade, pois dependendo do horário, fica lotado de motoqueiros, trilheiros, ciclistas e outros amantes de esportes diversos, que acorrem para esta região aos domingos. O restaurante se chama “Paineira velha” e fica na rodovia municipal,

Photo Nature International - Sucesso consagrado já na primeira edição!

Gosto de fotografia. Gosto de sair por aí, na verdade por aqui, fotografando. Amo ver belas fotos. Belas paisagens. Fotos de pessoas. Animais. Cidades. Crianças. A fotografia me fascina! Seu poder de congelar um momento, que nunca mais se repetirá! Um momento único! A magia de registrar com a luz as mudanças nas pessoas, nas paisagens, nas cidades, nos costumes, nos rituais! Há inúmeros concursos de fotografia, que objetivam mostrar tudo isto! Mostrar cada cena com um olhar peculiar, apurado, poético, técnico ou tudo isto junto! No Brasil tem várias promovidos por fotoclubes! Não tinha notícias de um concurso brasileiro, que ousasse abrir inscrições para o mundo inteiro! O Photo Nature International em sua primeira edição ousou ser muito grande! Ousou e acertou! Promovido pela recém nascida #AJAC – Associação Jauense de Ambiente e Cultura, que congrega fotógrafos amadores, como eu, fotógrafos premiados nacional e internacionalmente como o Paulo Guerra, que aliás é o Presidente

Pirambóia x Anhembi

Hoje nossa saída fotográfica foi para Pirambóia, distrito da cidade de Anhembi, esta última famosa na região pela Festa do Divino, que ocorre em  meados de maio, atrai milhares de pessoas, que acompanham o encontro das canoas e a procissão, em busca de milagres ou para agradecer as graças recebidas. Segundo os moradores de Pirambóia este simpático distrito já foi cidade e Anhembi, distrito, em tempos passados. Mas o que há para ver e fotografar em Pirambóia? Fomos em busca de casas antigas e de ver a Igreja Matriz, que dizem ser muito antiga. Encontramos algumas casas das décadas de 1920 e 1930. A Igreja só pudemos ver por fora, pois segundo um morador, com o qual conversei, esta se encontra em reforma há muito tempo, por este motivo as missas estão sendo celebradas no salão paroquial, que fica ao lado. Segundo este mesmo morador já foram feitas festas para arrecadar dinheiro para as obras da Matriz, mas não se sabe, o que teria sido feito do dinheiro... Infelizmente só quem usa