Pular para o conteúdo principal

Pensamentos sobre a morte e a vida

Na minha infância convivi com pessoas idosas, sempre gostei de estar próxima de gente mais velha, mais experiente. Mesmo com esta proximidade a morte não era tão próxima, pois no interior, naquela época, as pessoas morriam, em geral, somente de velhice.
Desta época lembro-me somente da morte de uma velhinha, tia de um amigo de meu pai, cujo velório fomos. Na verdade eu fui levada, não me lembro de quem foi a ideia. Eu era muito pequena, nem sei ao certo a idade que tinha. Este velório, em uma casa simples, de madeira, no sítio, rodeada de árvores. Imagine um lugar destes somente com iluminação de velas, as pessoas ao redor do caixão, pessoas chorando, se lamentando, outras falando baixinho, cochichando. Eu presenciando tudo isto! Esta cena escura, cujo local mais iluminado era um caixão de defunto. Isto me deixou de tal foram aterrorizada, que no dia seguinte tive febre!
Até hoje não gosto muito de lembrar disto!
Os anos se passaram, rapidamente. Há pelo menos treze anos tenho vivenciado a perda de pessoas queridas, mas nem todas devido à idade avançada. Primeiro meu pai, dois ou três anos depois um irmão, que ficou anos na cadeira de rodas, vítima que foi de um derrame cerebral. Mais dois ou três anos mais um irmão dele, que veio a falecer vítima de um acidente doméstico, como meu pai, meu avô. Mais dois ou três anos e outro irmão dele se foi.
Recentemente se foi um primo, vítima de um acidente de carro, cujo causador também morreu.
Agora vejo uma tia muito, muito querida, a irmã mais velha de meu pai, nos deixando aos poucos. Ela sempre foi uma mulher muito forte, batalhadora, uma mulher exemplar, que criou seus filhos, com a ajuda da filha mais velha, sempre trabalhando muito. Uma mulher dinâmica, temente a Deus.
Esta mulher, agora com oitenta e nove anos, se rendeu à idade, aos problemas advindos com o tempo: o Alzheimer, o Parkinson. Não reconhece os filhos, nem a filha que cuida diariamente dela, que a alimenta, dá banho, troca as roupas. Não anda mais, coisa que ela adorava fazer. Andava quilômetros a pé para ir a Igreja no centro da cidade de Osasco onde morava. Não que não passasse ônibus perto de sua casa.
Quando ela olha os parentes que vão visitá-la, fixa o olhar, um olhar terno, mas que não traz as lembranças, muitas, que a fariam dizer o nome de um, de outro. Alguns nomes lhe vêm à mente, ela os fala sem contexto. Em geral fala os nomes dos irmãos que se foram há tantos anos.
Não sei como encerrar este texto. Que dizer? Nada que eu diga, ou escreva, poderá expressar o tanto que isto é triste. O quanto é triste ver nossa História também indo embora, nossas referências...




Comentários

Cara amiga,
É a marcha inexorável do tempo.
Rezo todos os dias para que no fim da vida Deus não me tire a lucidez.
Um abraço
Professor Gerson disse…
A fluidez do tempo faz com que de expectadores da história passemos a ser protagonistas...e com o tempo, apenas uma memória, preservada por aqueles que nos amaram. Mas, na transitoriedade de uma existência tão passageira, levamos conosco o amor que aprendemos a ofertar e a receber. No clichê de um filme conhecido: "O amor, levamos conosco". Por isso o maior legislador do universo nos ensinou: Ame a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a tí mesmo.

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas sobre provas para eliminação de matérias e ENCCEJA E ENEM

Escrevi uma postagem com dicas para concurseiros de primeira viagem, mas analisando os atendimentos diários que faço no meu trabalho, pensei em escrever outro(s) texto(s) com dicas ou orientações sobre outros assuntos, pois mesmo com tanta informação disponível, as pessoas continuam sem conhecimentos básicos, que podem ajudá-las a resolver problemas simples do seu cotidiano, que vão desde onde procurar a informação, como também onde cobrar seus direitos.
Para começar esta série de textos, vou falar um pouco das provas para eliminação de matérias. As pessoas buscam muito este tipo de avaliação, na qual, desde que atinjam as médias, eliminam todo o ensino fundamental ou todo o ensino médio.
Para quem pretende eliminar o ensino fundamental - Ciclo II (antigo ginásio, 5ª a 8ª série, 6º ao 9º ano atualmente) poderá fazê-lo por meio do Encceja, que é uma avaliação de eliminação de matérias, ou seja, o candidato pode ir eliminando áreas (Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Ciências Hum…

ENCCEJA 2017 – ELIMINAÇÃO DE MATÉRIAS – CONCLUSÃO ENSINO FUNDAMENTAL – CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO

Se este texto for útil para você, deixe seu comentário, dizendo se gostou, como encontrou este blog.

Se você precisa concluir o Ensino #Fundamental ou Ensino #Médio, não tem condições de frequentar a escola, tem 15  ou 18 anos, poderá se inscrever para as provas do #Encceja, que o MEC voltará a aplicar neste ano. Por meio desta prova você pode obter a #conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio, ou ainda, eliminar as matérias, nas quais conseguir acertar ao menos 50% das questões em cada área, inclusive na redação. Importante salientar, que a partir deste ano o #Enem deixará de servir para certificação do Ensino Médio, portanto se você precisa concluir o Ensino Médio aproveite e faça o #Encceja2017. Outra informação muito importante, para quem reside no Estado de São Paulo, é que após realizar a prova do encceja e não passar em todas as áreas, poderá procurar, a qualquer momento, um dos CEEJAS existentes. O CEEJA é uma Centro de Educação de Jovens e Adultos, que é um projeto, cuja fr…

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE ENEM/ENCCEJA

Fiz duas postagens, muito acessadas, falando sobre o Enem e o Encceja, duas importantes avaliações para alunos que pretendem eliminar matérias ou o curso todo. Sempre acompanho todos os comentários postados em todas as matérias e respondo a todos. Tento fazer isto o mais rápido possível e responder aos questionamentos dos leitores do Blog, entretanto ao ler as perguntas notei que são enviadas, com um texto um pouco diferente, questões já respondidas por mim, portanto bastaria ao interessado, ler os comentários e buscar a resposta a sua questão. Sei que todos temos uma vida muito corrida, que nem sempre as pessoas dispõem de tempo para ficar lendo, por isto reúno aqui todas estas dúvidas, que organizei por assunto. Pretendo desta forma a auxiliar todos que acessam o blog em busca de mais informação e respostas para suas dúvidas. Faço isto, pois estamos novamente em tempos de Encceja, o que gera nas pessoas uma ansiedade e uma busca por maiores informações. Para aqueles que desejarem, tiv…