Leitura truncada, vírgulas, bancos


Você já enviou mensagens para o atendimento de grandes empresas? E? Qual foi a primeira resposta?
Eu já fiz. Sempre que tenho algum problema, seja com empresas ou bancos, que não deixam de ser empresas, envio mensagens para o atendimento e dependendo da gravidade do caso procuro a ouvidoria.
Enviei uma mensagem para o banco onde mantenho conta, reclamando que não está acessível, no netbanking, meu informe de rendimentos de 2009, que quero imprimir para utilizar na declaração do imposto de renda. Na minha mensagem deixei isso bem claro, que havia disponíveis somente 2007 e 2008.
Recebi a resposta rapidamente, o que é louvável, pois isso nem sempre acontece. Mas se recebi a resposta, por que estou escrevendo esse texto? Por que estou reclamando?
Porque li a resposta atentamente, mas a pessoa que respondeu, me parece, que o fez apenas para se desincumbir da tarefa, pois o principal e mais importante questionamento, objeto de minha reclamação ao banco, não foi respondido. Parece que essa pessoa leu correndo, ou melhor "viu e não enxergou", porque me deu orientações de como acessar o netbanking e encontrar os informes de rendimentos. Isso deixa claro que ela não leu minha pergunta! Se tivesse lido, teria respondido algo como "Tivemos um problema, realmente seu informe de rendimentos de 2009 não está disponível no netbanking, entretanto vou passar sua reclamação para o setor responsável, que disponibilizará esse documento on line em..."
Você está em dúvidas? Você também acha, que toda empresa particular é extremamente eficaz e eficiente? Abaixo coloco a mensagem, mas sem citar o banco, nem a funcionária, porque acredito ser mais ético, porque também enviei uma segunda mensagem hoje reclamando. 
"Prezada Sra. Maria do Socorro:
 
O Banco ... agradece a sua visita ao Site.

Em atenção ao seu e-mail, informamos que os Informes de Rendimentos foram enviados aos correntistas, no entanto se V.Sª. não o recebeu por extravio ou outro motivo, este poderá ser consultado via Net Banking, Net Empresas ou Net Exclusivo, por meio de nosso site, da seguinte forma:


Ao acessar a conta, clique em CONSULTAS >> INFORME DE REDIMENTOS, e na próxima tela, selecione o ano base que V.Sª. deseja consultar.

O Informe de Rendimentos também pode ser solicitado diretamente na unidade detentora da conta."

 Vejam, meus queridos leitores, diferentemente do que é propagado pela mídia, que órgãos públicos são ineficientes, mal geridos, o atendimento é ruim... e outras coisas mais que ouvimos em relação, em especial, às escolas públicas, hospitais, há empresas que visam somente o lucro, que também tem funcionários, que atendem rapidamente o cliente, porém sem fazer o básico "ler atentamente as reclamações".
Isso nos leva a um problema dos dias atuais: a leitura!
A pessoa que leu a minha mensagem, teria que, como dizemos nas aulas de Língua Portuguesa, visualizar o leitor virtual, ou seja, pensar quais as respostas que ele precisaria. Em seguida, uma forma simples de explicar isso ao correntista, ou o leitor virtual. 
Se a leitura realizada pela funcionária fosse mais atenta, ela teria percebido que eu não era leiga no assunto internet, que muito menos não havia acessado o netbanking da empresa para buscar o citado documento. 
Isso posto, imagino que talvez essa pessoa tenha milhares de mensagens para responder, que haja muitas questões parecidas, porém não idênticas, o que demandaria respostas diferenciadas de acordo com a dificuldade expressa pelo usuário do netbanking.
Pode ser também que essa pessoa, ao receber uma dúvida relacionada ao serviço netbanking, visualize diante de si uma pessoa sem conhecimentos básicos de navegação na internet ou ainda um correntista que esteja acessando esse serviço bancário pela primeira vez, por isso, talvez, tenha dado essa resposta.
Mesmo que tudo isso fosse verdade, retomo meu raciocínio, haveria a necessidade de uma leitura atenta da mensagem, porque muitas vezes uma vírgula ou uma palavra faz muita diferença, mudam o sentido de todo um texto.
Quando aluna da graduação, uma vez tivemos uma aula a esse respeito, na qual a professora nos mostrou isso com algumas frases, que elucidaram esse problema.
A frase: "enquanto o padre pasta o burro reza".
Lemos, discutimos a possível pontuação, até que alguém chegou a resposta. Diferentemente do que você pode estar pensando, o padre um leitor, uma pessoa formada em uma faculdade, não estaria pastando, porque isso é uma atividade própria do burro.
A resposta?
"Enquanto o padre pasta o burro, reza."
Esse é um dos casos onde uma vírgula faz toda a diferença e muda todo o sentido do texto!
Minha cara funcionária, não seria o caso de apurar sua visão, ao invés de ver, passar a enxergar o escrito, ler, não decodificar apenas, para ser mais eficaz nas suas respostas aos correntistas do banco onde trabalha?




Comentários