Pular para o conteúdo principal

Canto das sereias

Daqui a dois anos, se não me engano, teremos eleições para Governadores. Como ocorre sempre nestas ocasiões, veremos as maravilhas, que os senhores candidatos, alguns ex-governadores, fizeram ou farão. Crise? Que crise! Neste momento sublime não serão ditas palavras negativas, que possam afastar os prováveis eleitores.
Os candidatos, os ex, não falarão de sua administração. Quer dizer, não falarão a realidade dela. Falarão os pontos positivos, graciosamente e motivadamente por uma bela apresentadora, talvez uma muito famosa. Mostrarão obras em andamento! Adoram mostrar obras! Obras disto, daquilo e daquilo outro. Quantos anos elas demoraram ou demorarão? Quanto custaram ou custarão? Os valores bilionários delas? Não, isto não será falado.
Neste momento nos será mostrado e cantado o canto da sereia. Belas imagens de um Estado em renovação, obras que trarão benefícios ao povo: hospitais, rodovias, rodoviárias, escolas. Que lindo!

Vão falar que os hospitais, talvez, fiquem sem médicos para atender de forma decente os contribuintes? Vão falar que existirão filas quilométricas, nos existentes, por falta de profissionais? Vão falar que em determinados hospitais a farmácia está vazia? Vão falar que os profissionais estão descontentes com seus salários? Que estão há muito sem aumento? Que não estão recebendo em dia seus pagamentos? NÃO!
Vão mostrar rodovias em duplicação. Os benefícios que elas trarão aos motoristas. O quanto elas contribuirão para o escoamento da produção. O quando vão agilizar o deslocamento das pessoas pela região. Vão falar que a intenção é fazer uma “parceria” com a iniciativa privada? Que  a iniciativa privada cobrará caros pedágios para o cidadão transitar nela? Que os valores dos pedágios, nem sempre, trarão a estrutura, que foi alardeada aos quatro cantos? Que aquele pedágio que terá maior fluxo de carros será o mais caro? NÃO! NÃO SE FALARÁ DISTO!
Vão mostrar as escolas! Sim, precisam falar da EDUCAÇÃO! Afinal falar e prometer uma educação de qualidade sempre rende votos! Serão mostradas escolas em construção, escolas construídas, alunos bonitos, preferencialmente os do 1º ao 5º ano, todos uniformizados, sorridentes! Provavelmente mostrarão .uma professora feliz, bem vestida. Tudo igualzinho à realidade! Vão mostrar que nas escolas, durante o período de  crise (2015, 2016...), foram cortadas verbas? As verbas que eram minguadas e ficaram mais minguadas? Que os profissionais desta área continuam esperando por melhorias em seus planos de carreira, que nunca se concretizam? Entra Secretário, sai Secretário, promessas são feitas, palavras bonitas são faladas, “ouve-se” os professores, diretores, funcionários e... NADA ACONTECE! Não, nenhum candidato, que esteja pleiteando o cargo pela segunda vez, falará de coisas desagradáveis, negativas do seu governo.
Provavelmente uma bela apresentadora, motivada pelo gordo cachê que está recebendo, falará das maravilhas do candidato. Falará de suas realizações na área da Educação. Das belas escolas entregues. Dos projetos para as crianças, em especial, falarão de “aulas de informática”, “aulas de robótica”. Tentando com isto imprimir modernidade à Educação. Educação do futuro! Antenada! Conectada!
Será que o ex falará que, na Educação, assim como em outras pastas, existem agora as “parcerias”. Não sabe o que são? Parceria com OS, ONGs, entre outras. Por exemplo, o Governo, seja qual for, constrói uma escola (com nosso dinheiro) e transfere a administração para uma destas instituições. Como serão contratados os profissionais? Pelas OS, ONGs. Serão concursados? CLARO QUE NÃO! Tem outros tipos de parcerias, nas quais estas instituições vêm ao sistema de Ensino, vendem uma “ideia salvadora”. Um projeto novo. Um material novo. Talvez o projeto salvador dure um ano. No anos seguinte, outra ONG oferecerá outra ideia genial...
Esta eleição demorará um pouco, mas temos uma, que ocorrerá em breve. Muito do que foi dito aqui aparecerá nos programas de rádio dos municípios, nas TVs locais, regionais; nas entrevistas gravadas e exibidas em sites de jornais das cidades. Os candidatos sempre usam as mesmas estratégias!

Vamos ser seduzidos pelo canto das Sereias?

Fonte da imagem: Imagem do site: http://www.abc.es/20110127/medios-redes/abci-redes-sociales-twitter-facebook-201101271117.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas sobre provas para eliminação de matérias e ENCCEJA E ENEM

Escrevi uma postagem com dicas para concurseiros de primeira viagem, mas analisando os atendimentos diários que faço no meu trabalho, pensei em escrever outro(s) texto(s) com dicas ou orientações sobre outros assuntos, pois mesmo com tanta informação disponível, as pessoas continuam sem conhecimentos básicos, que podem ajudá-las a resolver problemas simples do seu cotidiano, que vão desde onde procurar a informação, como também onde cobrar seus direitos. Para começar esta série de textos, vou falar um pouco das provas para eliminação de matérias. As pessoas buscam muito este tipo de avaliação, na qual, desde que atinjam as médias, eliminam todo o ensino fundamental ou todo o ensino médio. Para quem pretende eliminar o ensino fundamental - Ciclo II (antigo ginásio, 5ª a 8ª série, 6º ao 9º ano atualmente) poderá fazê-lo por meio do Encceja, que é uma avaliação de eliminação de matérias, ou seja, o candidato pode ir eliminando áreas (Linguagens e Códigos, Ciências da Nat

HISTÓRIA DE ANA ROSA

Você já ouviu a música sertaneja de Tião Carreiro e Carreirinho intitulada "Ana Rosa"? Se ouviu conhece a história dessa mulher. Se não ouviu, farei um resumo da história. Ana Rosa morava em Avaré, cidade próxima a Botucatu. Como muitas jovens de sua época casou-se cedo, pois havia se apaixonado por Francisco de Carvalho Bastos, mais conhecido como Chicuta, que era muito ciumento, por isso trazia a esposa sob constante vigilância. Homem dos idos de 1880, muito machista, começou a maltratar a mulher, tanto moral quanto fisicamente. Até que um dia a jovem esposa cansou de tanto sofrer, fugiu para Botucatu, refugiando-se em um cabaré de uma mulher chamada Fortunata Jesuína de Melo. Quando o marido chegou em casa e não encontrou a mulher, ficou cego de ciúmes, procurou-a por todos os lados, até que soube que ela havia fugido e para onde havia ido. Mais do que depressa ele se dirigiu para Botucatu, onde chegou e contratou José Antonio da Silva Costa, mais conhecido por Costinha,

STAROUP: propagandas, história e futuro da marca

Você se lembra desta marca? Sabe de qual produto? Não?????!!!!!! Pois bem... vou refrescar a memória daqueles que estão nos "enta", dos mais jovens que nunca ouviram esta palavra. Quando eu era adolescente, o que não faz muito tempo, o jeans, que mais se ouvia falar, cujas propagandas eram inteligentíssimas, bem feitas, ainda por cima engajadas, eram da Staroup.  Uma delas foi premiada internacionalmente, porque mostrava o engajamento dos jovens, que eram ousados, corajosos, lutavam contra o regime da época: a Ditadura Militar.  Esta propaganda, famosíssima, ganhadora do Leão de Ouro em Cannes, foi pensada, pelo não menos famoso, Washington Olivetto, da Agência W. Brasil. Quer conhecê-la? Acesse e conheça! Além deste premiado, há outros. Há o comercial abaixo, que mostra a então adolescente, Viviane Pasmanter, no papel da gordinha, que quer usar um jeans da Staroup e faz uma verdadeira maratona para conseguir alcançar seu objetivo. A qualidade do vídeo não é muito bo