Pular para o conteúdo principal

Medidas para melhorar o Meio ambiente e as sacolinhas plásticas

Recentemente foram iniciadas no país todo campanhas contra as sacolinhas plásticas, que, até então, eram distribuídas nos supermercados, lojas, farmácias, etc. Nos supermercados serviam para armazenar nossas compras, chegando as nossas residências serviam para os mais diversos usos, um deles a embalagem do lixo.

Houve um prazo inicial para acabar com a distribuição, depois  o prazo foi postergado. Agora nos supermercados, até mesmo em lanchonetes, não são mais distribuídas as sacolinhas. Muitas pessoas já internalizaram o novo hábito, levam sua sacola retornável ao mercado, onde há diversas opções de sacolas à venda.

Não sou contra a que isto aconteça, mas acredito que caibam algumas reflexões. Se o intuito é cuidar do meio ambiente, o que os municípios brasileiros estão fazendo para acabar com os lixões?  Está sendo implantada em todo o território das cidades a coleta seletiva? O esgoto de toda a cidade é coletado e tratado?

Eu morava em uma cidade de grande porte, onde havia um aterro sanitário, cooperativas  de coletores que eram beneficiadas com a coleta seletiva, que acontecia duas vezes por semana em toda a cidade, projetos educacionais relacionados à preservação do meio ambiente em órgãos municipais, como o viveiro de mudas, serviço de água e esgoto, aterro sanitário.

Atualmente moro em um município menor, mas que também, como todos os outros, aderiu, por força de lei, à campanha das sacolinhas, entretanto na cidade não há coleta seletiva implantada na cidade, as cooperativas de coletores não dão conta de coletar o lixo, mesmo que você separe, tenha uma boa quantidade, eles não retiram. Os coletores que passam de porta em porta, não coletam tudo que você separa, querem somente os materiais mais caros, como as latinhas de alumínio. Já separei materiais durante muito tempo, deixei-os limpos, armazenados em um cômodo ocioso da casa... Arrumei um grande problema, pois a cooperativa existente veio buscar somente uma vez, na outra liguei, agendei, ninguém apareceu. Coletores que passaram no bairro? Marquei com uns três ou quatro em diferentes dias e horários... nenhum apareceu... Conclusão: fomos descartando aos poucos no lixo normal.

Nesta cidade há um lixão enorme, cujo volume só aumenta. Fica fora do perímetro urbano, mas é uma verdadeira montanha, que só tende a aumentar devido a falta da coleta seletiva na cidade.

Este é só um exemplo, mas tenho certeza que na maioria dos municípios do Brasil, o panorama não seja muito diferente.

Isto posto, retomo minhas perguntas...  quem se habilita a respondê-las?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas sobre provas para eliminação de matérias e ENCCEJA E ENEM

Escrevi uma postagem com dicas para concurseiros de primeira viagem, mas analisando os atendimentos diários que faço no meu trabalho, pensei em escrever outro(s) texto(s) com dicas ou orientações sobre outros assuntos, pois mesmo com tanta informação disponível, as pessoas continuam sem conhecimentos básicos, que podem ajudá-las a resolver problemas simples do seu cotidiano, que vão desde onde procurar a informação, como também onde cobrar seus direitos. Para começar esta série de textos, vou falar um pouco das provas para eliminação de matérias. As pessoas buscam muito este tipo de avaliação, na qual, desde que atinjam as médias, eliminam todo o ensino fundamental ou todo o ensino médio. Para quem pretende eliminar o ensino fundamental - Ciclo II (antigo ginásio, 5ª a 8ª série, 6º ao 9º ano atualmente) poderá fazê-lo por meio do Encceja, que é uma avaliação de eliminação de matérias, ou seja, o candidato pode ir eliminando áreas (Linguagens e Códigos, Ciências da Nat

HISTÓRIA DE ANA ROSA

Você já ouviu a música sertaneja de Tião Carreiro e Carreirinho intitulada "Ana Rosa"? Se ouviu conhece a história dessa mulher. Se não ouviu, farei um resumo da história. Ana Rosa morava em Avaré, cidade próxima a Botucatu. Como muitas jovens de sua época casou-se cedo, pois havia se apaixonado por Francisco de Carvalho Bastos, mais conhecido como Chicuta, que era muito ciumento, por isso trazia a esposa sob constante vigilância. Homem dos idos de 1880, muito machista, começou a maltratar a mulher, tanto moral quanto fisicamente. Até que um dia a jovem esposa cansou de tanto sofrer, fugiu para Botucatu, refugiando-se em um cabaré de uma mulher chamada Fortunata Jesuína de Melo. Quando o marido chegou em casa e não encontrou a mulher, ficou cego de ciúmes, procurou-a por todos os lados, até que soube que ela havia fugido e para onde havia ido. Mais do que depressa ele se dirigiu para Botucatu, onde chegou e contratou José Antonio da Silva Costa, mais conhecido por Costinha,

STAROUP: propagandas, história e futuro da marca

Você se lembra desta marca? Sabe de qual produto? Não?????!!!!!! Pois bem... vou refrescar a memória daqueles que estão nos "enta", dos mais jovens que nunca ouviram esta palavra. Quando eu era adolescente, o que não faz muito tempo, o jeans, que mais se ouvia falar, cujas propagandas eram inteligentíssimas, bem feitas, ainda por cima engajadas, eram da Staroup.  Uma delas foi premiada internacionalmente, porque mostrava o engajamento dos jovens, que eram ousados, corajosos, lutavam contra o regime da época: a Ditadura Militar.  Esta propaganda, famosíssima, ganhadora do Leão de Ouro em Cannes, foi pensada, pelo não menos famoso, Washington Olivetto, da Agência W. Brasil. Quer conhecê-la? Acesse e conheça! Além deste premiado, há outros. Há o comercial abaixo, que mostra a então adolescente, Viviane Pasmanter, no papel da gordinha, que quer usar um jeans da Staroup e faz uma verdadeira maratona para conseguir alcançar seu objetivo. A qualidade do vídeo não é muito bo