Farmácia de alto custo - informações sobre documentos poderiam estar nos sites do SUS


Estamos passando, na família, por um momento delicado, no qual um membro precisa tomar um determinado medicamento de alto custo.
Por conta disto precisamos nos inteirar dos procedimentos para retirada dos mesmos.
Primeiro a pessoa passou por consulta médica, na qual foi detectada a necessidade deste remédio. A consulta já é uma primeira dificuldade! Tentamos, pelo SUS, marcar um geriatra! Imagine se conseguimos! Desde meados de janeiro estamos aguardando sermos chamados para levar nosso ente querido para a TRIAGEM, para então, um clínico geral, acredito, dizer se a pessoa de 79 (SETENTA E NOVE) anos têm o direito a ser consultado e acompanhado por um geriatra!  Absurdos das UBS! Sem a triagem o cidadão não tem acesso à um especialista!
Voltemos!
Após consulta médica e diversas orientações e preenchimento de alguns documentos, do próprio SUS, para solicitação do remédio de alto custo, pensei... vai ser simples! Ligo no local, confirmo os documentos e exames necessários e não perderei a viagem, gastarei tempo, nem combustível! Ledo engano!
Liguei na farmácia de alto custo, que atende nossa região, e a funcionária, que me atendeu, disse que eu precisaria ir até o local “para pegar o processo!”.  Fui! Saí do trabalho, no horário de almoço, uma correria para pegar o processo. O que era o processo? Uma lista de documentos e de exames!  Eu já tinha os exames e os documentos necessários, pois a médica já havia de dados informações e orientações a respeito dos procedimentos! Não os levei, por quê? Por quê? Por quê? Porque tinha que ir até lá para pegar o processo! 
Retornei no dia seguinte e levei os documentos, os exames! Enfrentei uma fila, claro, fui atendida e orientada por outra funcionária!
Por que escrevo isto?
Não é uma crítica aos funcionários! Eles recebem ordens! Uma crítica ao sistema público de saúde! Em tempos de internet e de divulgação de informações, por que este tipo de informação não se encontra no site da Instituição? Ou do próprio SUS? Se esta lista de documentos estivesse à disposição em um site, com certeza, eu não seria mais um na fila somente para receber um papel! Uma ida até lá teria sido evitada e alguns  litros de gasolina teriam sido poupados! As demais pessoas, que lá estavam, teriam ficado menos tempo na fila aguardando!
Outra coisa... provavelmente irei retirar o medicamento na segunda feira. Ouvi, na fila, outras pessoas, que foram até lá para retirar outros medicamentos de alto custo de ouviram o quê? ESTE MEDICAMENTO ESTÁ EM FALTA!!!  Não foi dada uma previsão de quando terá o remédio para a pessoa! Ou seja... enquanto isto o cidadão fica sem tomar o remédio! Um tratamento que foi iniciado poderá ser perdido por ter sido descontinuado! Muito provavelmente um avanço em relação à saúde do paciente desaparecerá por falta do remédio necessário!
Quais os documentos necessários?
Alguns, talvez o próprio médico fará, que são exames diagnósticos feitos por ele durante a consulta e laudos feitos após estes diagnósticos. Dependendo do problema de saúde relatado, poderão ser solicitados exame de imagem e exame de sangue completo e  exames de sangue adicionais (sífilis, cálcio, potássio... entre outros...)
Documentos pessoais do paciente (RG, CPF) e carteirinha do SUS (cópias simples)
Dica: no dia que for até a farmácia de alto custo “buscar o processo”, leve os exames feitos, os documentos fornecidos pelo médico, os documentos do paciente e as cópias simples, desta forma poderá, se estiver tudo certo, entregá-los e assim evitar uma viagem perdida...

#sus  #sus  #sus   #sus  #sus  #sus  #sus  #sus   #sus  #sus  #sus  #sus  #sus   #sus  #sus

Comentários