Pular para o conteúdo principal

Analfabeto digital e a curiosidade

Fico pensando em como tem gente analfabeto digital. Muitas vezes este tipo de analfabeto tem inúmeros conhecimentos de outros assuntos, curso superior, mestrado, entre outros, mas em questões relacionadas à tecnologia é praticamente um ignorante.
Querem ver um exemplo disto?
Pensem em uma sala de audiência, onde se encontram várias pessoas da área jurídica. Entre eles, claro, advogados, e outros envolvidos no processo.
Quem está depondo, fica também atento ao que ocorre ao seu redor, ainda mais se a pessoa em questão for observadora, inteligente e bastante conhecedor de informática.
À medida que vai depondo, sobre uma questão ligada à assédio, ouve o “digitador”, perguntar ao advogado, porque o computador não reconhece o termo “assediando”. Por que o computador deixa a palavra sublinhada de vermelho?
Discutem os prováveis motivos. Pode ser que a palavra não exista!
Até que alguém sugere “Se não existe, melhor usar só assédio mesmo”.
Será que estas criaturas, que usam o computador diariamente nunca tiveram a curiosidade de descobrir, por que isto ocorre? Será que nunca clicaram com o botão direito do mouse sobre a palavra em questão e tentaram adicioná-la ao dicionário do equipamento? Será que nunca buscaram uma gramática para descobrir se há o referido termo ou não?
Isto me assusta ao ver pessoas “da lei”, que leem tantos livros, que usam uma verborragia legal nos discursos diante de leigos, não saberem coisas básicas sobre a nossa Língua?
Além de não terem a menor curiosidade com a língua materna, não possuem curiosidade para conhecer melhor o equipamento, que usam diariamente? Não precisa se transformar em um conhecedor profundo dos assuntos informáticos e seus meandros!
Não sou especialista em informática. Não fiz muitos cursos, mas o básico que aprendi há cerca de 17 anos, mais a minha inteligência, minha curiosidade e vontade de aprender, me fizeram continuar aprendendo a usar o equipamento, resolver questões básicas sem ter que chamar outros a toda hora para me ajudar. Aliás ajudo outros nestas questões!
Se temos advogados e outros desta área sem esta curiosidade de melhorar a utilização de um equipamento de seu cotidiano, será que sua curiosidade em pesquisar os assuntos da área jurídica existe? Será que são pesquisadores de sua área? Será que quando recebem um processo para analisar o fazem com seriedade e curiosidade científica? Será que o fazem com ética e neutralidade? Será que não se deixam influenciar pelo “ser invisível”, o Estado, que está a processar um funcionário com mãos de ferro e apetite voraz de um leão faminto?
Como estamos falando também de curiosidade e vontade de pesquisar, aprender, deixo algumas frases para refletirmos sobre isto:
“A curiosidade é mais importante que o conhecimento.” (Albert Einstein)
“Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino” (Paulo Freire)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas sobre provas para eliminação de matérias e ENCCEJA E ENEM

Escrevi uma postagem com dicas para concurseiros de primeira viagem, mas analisando os atendimentos diários que faço no meu trabalho, pensei em escrever outro(s) texto(s) com dicas ou orientações sobre outros assuntos, pois mesmo com tanta informação disponível, as pessoas continuam sem conhecimentos básicos, que podem ajudá-las a resolver problemas simples do seu cotidiano, que vão desde onde procurar a informação, como também onde cobrar seus direitos.
Para começar esta série de textos, vou falar um pouco das provas para eliminação de matérias. As pessoas buscam muito este tipo de avaliação, na qual, desde que atinjam as médias, eliminam todo o ensino fundamental ou todo o ensino médio.
Para quem pretende eliminar o ensino fundamental - Ciclo II (antigo ginásio, 5ª a 8ª série, 6º ao 9º ano atualmente) poderá fazê-lo por meio do Encceja, que é uma avaliação de eliminação de matérias, ou seja, o candidato pode ir eliminando áreas (Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Ciências Hum…

ENCCEJA 2017 – ELIMINAÇÃO DE MATÉRIAS – CONCLUSÃO ENSINO FUNDAMENTAL – CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO

Se este texto for útil para você, deixe seu comentário, dizendo se gostou, como encontrou este blog.

Se você precisa concluir o Ensino #Fundamental ou Ensino #Médio, não tem condições de frequentar a escola, tem 15  ou 18 anos, poderá se inscrever para as provas do #Encceja, que o MEC voltará a aplicar neste ano. Por meio desta prova você pode obter a #conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio, ou ainda, eliminar as matérias, nas quais conseguir acertar ao menos 50% das questões em cada área, inclusive na redação. Importante salientar, que a partir deste ano o #Enem deixará de servir para certificação do Ensino Médio, portanto se você precisa concluir o Ensino Médio aproveite e faça o #Encceja2017. Outra informação muito importante, para quem reside no Estado de São Paulo, é que após realizar a prova do encceja e não passar em todas as áreas, poderá procurar, a qualquer momento, um dos CEEJAS existentes. O CEEJA é uma Centro de Educação de Jovens e Adultos, que é um projeto, cuja fr…

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE ENEM/ENCCEJA

Fiz duas postagens, muito acessadas, falando sobre o Enem e o Encceja, duas importantes avaliações para alunos que pretendem eliminar matérias ou o curso todo. Sempre acompanho todos os comentários postados em todas as matérias e respondo a todos. Tento fazer isto o mais rápido possível e responder aos questionamentos dos leitores do Blog, entretanto ao ler as perguntas notei que são enviadas, com um texto um pouco diferente, questões já respondidas por mim, portanto bastaria ao interessado, ler os comentários e buscar a resposta a sua questão. Sei que todos temos uma vida muito corrida, que nem sempre as pessoas dispõem de tempo para ficar lendo, por isto reúno aqui todas estas dúvidas, que organizei por assunto. Pretendo desta forma a auxiliar todos que acessam o blog em busca de mais informação e respostas para suas dúvidas. Faço isto, pois estamos novamente em tempos de Encceja, o que gera nas pessoas uma ansiedade e uma busca por maiores informações. Para aqueles que desejarem, tiv…