Pular para o conteúdo principal

Compartilhando mais do que café e pão de queijo

Há pouco mais de quatro anos mudei de cidade. De uma cidade de setecentos mil para uma de cerca de centro e vinte e sete mil habitantes. Na primeira foram uns dezesseis anos de vida, muito sofrimento para me adaptar uma cidade tão grande, onde, no início, nunca via ninguém conhecido pelas ruas, galerias, lojas.
Depois de quase duas décadas, claro, devido ao meu trabalho passei a conhecer muita gente, a ver rostos conhecidos e simpáticos na feira, no supermercado, no shopping. Isto fez eu me sentir acolhida, como parte integrante deste mundo, no início, assustador.
Com o passar do tempo sentimos a necessidade de mudar para um lugar mais calmo. Nos mudamos. Começou tudo de novo. Andar pelas ruas e sentir-se sozinha. Agora um pouco pior, pois não veio ninguém de minha família: irmãos, cunhadas, sobrinhos e sobrinhas. Quase um ano de tristeza, meio depressiva. Morando em uma casa (edícula) minúscula, úmida, grande metade de minha mudança encaixotada, outra parte ficou na casa de origem. Este foi um ano frio, úmido, de muita neblina, o que me deixava mais triste ainda.
No ano seguinte voltei a trabalhar e começar a conhecer pessoas, fazer amizades. Ainda sentia muita saudade de meus familiares, mas já ia me sentindo mais próxima, mais integrada a esta nova cidade.
Neste período de reconhecimento deste lugar conheci uma senhora, proprietária de um café, onde passava quase todas as manhãs para tomar um café, comer um pão de queijo, conversar um pouco.
Muitas vezes conversamos, falamos da cidade, de trabalho, de família, do comércio, enfim de assuntos diversos. Acho que nunca soube o nome dela, nem ela o meu. Somente esta semana, ontem, ao passar pelo café e tomar um café com pão de queijo, me veio a vontade de fotografá-la. Pedi, ela aceitou sem pestanejar. Tirei a foto, na qual mostrava ela e um pouco do Café, onde ela trabalha com muito afinco todos os dias. Após este momento, ao pagar a conta, ela pediu um abraço, nos abraçamos, paguei a conta e segui em frente. Somente depois deste momento, me dei conta que não sabia, não lembrava o nome dela. Perguntei. Agora ela não é somente a Senhora dona do Café. Tem um nome, uma identidade, compartilhamos histórias de vida!

Obrigada, Katarina, por me deixar fotografá-la, por compartilhar comigo algumas de suas histórias de vida e por ouvir um pouco das minhas ! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas sobre provas para eliminação de matérias e ENCCEJA E ENEM

Escrevi uma postagem com dicas para concurseiros de primeira viagem, mas analisando os atendimentos diários que faço no meu trabalho, pensei em escrever outro(s) texto(s) com dicas ou orientações sobre outros assuntos, pois mesmo com tanta informação disponível, as pessoas continuam sem conhecimentos básicos, que podem ajudá-las a resolver problemas simples do seu cotidiano, que vão desde onde procurar a informação, como também onde cobrar seus direitos.
Para começar esta série de textos, vou falar um pouco das provas para eliminação de matérias. As pessoas buscam muito este tipo de avaliação, na qual, desde que atinjam as médias, eliminam todo o ensino fundamental ou todo o ensino médio.
Para quem pretende eliminar o ensino fundamental - Ciclo II (antigo ginásio, 5ª a 8ª série, 6º ao 9º ano atualmente) poderá fazê-lo por meio do Encceja, que é uma avaliação de eliminação de matérias, ou seja, o candidato pode ir eliminando áreas (Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Ciências Hum…

ENCCEJA 2017 – ELIMINAÇÃO DE MATÉRIAS – CONCLUSÃO ENSINO FUNDAMENTAL – CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO

Se este texto for útil para você, deixe seu comentário, dizendo se gostou, como encontrou este blog.

Se você precisa concluir o Ensino #Fundamental ou Ensino #Médio, não tem condições de frequentar a escola, tem 15  ou 18 anos, poderá se inscrever para as provas do #Encceja, que o MEC voltará a aplicar neste ano. Por meio desta prova você pode obter a #conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio, ou ainda, eliminar as matérias, nas quais conseguir acertar ao menos 50% das questões em cada área, inclusive na redação. Importante salientar, que a partir deste ano o #Enem deixará de servir para certificação do Ensino Médio, portanto se você precisa concluir o Ensino Médio aproveite e faça o #Encceja2017. Outra informação muito importante, para quem reside no Estado de São Paulo, é que após realizar a prova do encceja e não passar em todas as áreas, poderá procurar, a qualquer momento, um dos CEEJAS existentes. O CEEJA é uma Centro de Educação de Jovens e Adultos, que é um projeto, cuja fr…

Documentos escolares: onde encontrá-los?

Muito já se falou a respeito da internet. Que é uma boa ferramenta. Que é perigosa, em especial para crianças, que ainda não têm senso para perceber o perigo. Além disto, já se falou também da infinidade de informações que temos acesso pela net. Vamos falar, neste texto, deste último ponto. Como ter acesso a esta infinidade de informações, chegando até a informação que se deseja. Por meio deste blog, sempre recebo perguntas de internautas sobre alguns textos, alguns assuntos, que abordei em outras postagens, pedindo maiores informações. Ontem recebi um destes questionamentos, que pedia mais informações sobre o CEEJA. Deste questionamento surgiu a ideia desta postagem. Como a pergunta era relacionada à Educação, irei tratar, nesta postagem, disto... Onde conseguir maiores informações a respeito de: escolas, históricos, documentos antigos, etc... etc... Vou focar, nesta postagem, as informações relacionadas ao Estado de São Paulo, pois cada Estado da Federação tem uma Secretaria de Educação…