STAROUP: propagandas, história e futuro da marca

Você se lembra desta marca? Sabe de qual produto? Não?????!!!!!!
Pois bem... vou refrescar a memória daqueles que estão nos "enta", dos mais jovens que nunca ouviram esta palavra.
Quando eu era adolescente, o que não faz muito tempo, o jeans, que mais se ouvia falar, cujas propagandas eram inteligentíssimas, bem feitas, ainda por cima engajadas, eram da Staroup. 
Uma delas foi premiada internacionalmente, porque mostrava o engajamento dos jovens, que eram ousados, corajosos, lutavam contra o regime da época: a Ditadura Militar. 
Esta propaganda, famosíssima, ganhadora do Leão de Ouro em Cannes, foi pensada, pelo não menos famoso, Washington Olivetto, da Agência W. Brasil. Quer conhecê-la? Acesse e conheça!




Além deste premiado, há outros. Há o comercial abaixo, que mostra a então adolescente, Viviane Pasmanter, no papel da gordinha, que quer usar um jeans da Staroup e faz uma verdadeira maratona para conseguir alcançar seu objetivo. A qualidade do vídeo não é muito boa, porém vale a pena assistir!




Há também um outro com imagens belíssimas e a música também. Que também posto abaixo, afinal "recordar é viver". Este é de 1981. Aposto que muitos dos internautas lembrarão da música e das paixões adolescentes embaladas pelo "hit".




Por que estou relembrando tudo isto? Primeiro porque sou uma amante de propagandas (das bem feitas é claro!), segundo porque estas músicas, imagens, fizeram parte da minha juventude, terceiro porque o jeans era de ótima qualidade, era, na época, uma jeans de grife. A marca era "... ícone da moda jeans na década de 70, a Staroup, marca pertencente à Botucatu. Para quem não se lembra, a Staroup se tornou na ocasião uma grife desejada por nove entre dez jovens da classe média brasileira. A empresa chegou a ter 1,2 mil funcionários e subsidiárias nos EUA e na extinta União Soviética." (http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/491_RASGOU+DA+PARA+COSTURAR)

A empresa, a marca, o jeans fazem parte da história de vida de muitos brasileiros, mas fazem parte, em especial, da vida dos botucatuenses, porque a sede da empresa é em Botucatu, atualmente a empresa se chama Botucatu Têxtil. Como está o destino da Staroup agora? 
Atualmente, ou melhor, recentemente a Blue Denim, empresa de São Paulo, fez um contrato de locação de parte do parque fabril por um período de cinco anos, prorrogáveis por mais cinco. Segundo notícias há a possibilidade de contratação de funcionários, até mesmo os ex-funcionários da Staroup. Segundo a mesma notícia a Blue Denim tem os direitos da marca, mas tudo será produzido em Botucatu. Quer ler a matéria completa a respeito? Acesse: http://www.acontecebotucatu.com.br/Cont_Default.aspx?idnews=5410

Quem sabe, em breve, não veremos a marca Staroup novamente na TV com propagandas criativas, inteligentes, levando o nome de Botucatu ao Brasil e ao exterior? Vamos aguardar! E torcer para que isto aconteça!!!

Comentários

Anônimo disse…
As propagandas criativas ,devem-se em parte a Andre Ranschburg , na época diretor de marketing da Staroup. Nisso ele era gênio!
Anônimo disse…
Infelizmente, e não entendo o motivo, mas o contrato de 5 ano pela blue denim foi pelo ralo, e novamente aquele espaço esta abandonado, parecendo ate assombrado.... gostaria de entender, como um negocio pode falir em tão pouco tempo? em menos de um ano..... mto estranho isso não?

Sucesso aos proximos empreendedores....
Manoel / Cuiabá disse…
Afinal, as calças jeans Staroup voltam ou não? Com certeza, tem mercado sim. Nós que temos mais de 40 anos e conhecemos a marca, vamos querer qualidade, acima de tudo. A marca é marca e pronto!
catléia disse…
Manoel, assim como você também gostaria, mas pelo comentário do colega acima, acredito que por enquanto seja somente um sonho!
Obrigada por visitar meu blog e volte sempre!!!
Anônimo disse…
Boa tarde a todos,eu também sou um saudosista desta marca que marcou minha juventude.
Em outubro de 2011 fui no Shopping Plaza Sul comprar algumas roupas.
Entrei na loja Colombo e para minha surpresa( ótima surpresa)Jeans Staroup.
Não pensei 2 vezes,comprei.
Então quem estiver interessado em matar saudade já sabe onte tem.
Feliz Natal a todos.
Anônimo disse…
Boa tarde a todos,eu também sou um saudosista desta marca que marcou minha juventude.
Em outubro de 2011 fui no Shopping Plaza Sul comprar algumas roupas.
Entrei na loja Colombo e para minha surpresa( ótima surpresa)Jeans Staroup.
Não pensei 2 vezes,comprei.
Então quem estiver interessado em matar saudade já sabe onte tem.
Feliz Natal a todos.
Anônimo disse…
Boa tarde a todos,eu também sou um saudosista desta marca que marcou minha juventude.
Em outubro de 2011 fui no Shopping Plaza Sul comprar algumas roupas.
Entrei na loja Colombo e para minha surpresa( ótima surpresa)Jeans Staroup.
Não pensei 2 vezes,comprei.
Então quem estiver interessado em matar saudade já sabe onte tem.
Feliz Natal a todos.
catléia disse…
Obrigada por ter acessado meu blog! Espero que volte sempre! Que bom que ainda existe a marca em algum lugar. Onde moro tem uma loja da marca, mas não sei se ainda continuam vendendo roupas da Staroup, pois a fábrica deixou de ser administrada pela Blue Denim.
SAUDADE disse…
A Staroup, antes de se instalar em Botucatu tinha sua sede na rua do Hipódromo, em São Paulo. Nela trabalhei por duas vezes, a primeira como Gerente Administrativo de Vendas. Sai por não concordar com a politica que estava sendo implantada e discordar dos métodos administrativos do Gerente Nacional de Vendas. Quando este foi demitido por incompetência fui readmito como Assistente do Diretor Comercial, mas a empresa já não possuía o mesmo gaz de antes. Infelizmente muita gente tirando proveito para sustentar vaidades e luxos pessoais, sem se preocupar com o futuro da empresa. Deu no que deu! O Sr. Gordon faleceu e a empresa se foi com ele. Restou a saudade e a satisfação do dever cumprido.
catléia disse…
Obrigada por acessar meu blog, contribuir com seu comentário sobre a Staroup.
Infelizmente esta empresa acabou, mas a marca, as propagandas, ainda estão nas lembranças de muita gente!
Anônimo disse…
Eu também tenho saudades..fico imaginando quanta incompetência a geração seguinte(década de 90) não ter dado a devida atenção de empreendedorismo e ter tocado os negócios...Primeiro, o fundador não deixou filhos..por aí vai..né?!
Trtabalhei de 1988 à 1992..cheguei até o setor de Exportação..à época estava muito bem...havia 'joint-venture' e negócios estavam fluindo..