Algumas palavras sobre a entrevista do Deputado Marco Maia no Roda Viva

Caros seguidores e internautas, nesta semana assisti um trecho do Programa Roda Viva, que está de cara nova, porque além de um visual novo, a apresentadora é a Marília Gabriela, que também participa dos debates juntamente com outros jornalistas famosos dos principais jornais.
No programa citado o entrevistado era o Deputado do PT gaúcho, Marco Maia, mais novo presidente da Câmara dos Deputados, cargo que ocupará por dois anos.
Porque resolvi falar deste Programa? Primeiro porque assisti, segundo porque o que vi e ouvi é digno de comentários, aconselho-os a assistir para comprovar as críticas aqui feitas.
Pontos da entrevista:
- o político sempre mostrava o que aconteceu "de positivo", fazendo ouvidos moucos aos questionamentos sobre corrupção, sobre a reforma milionária da Casa (mansão), onde ele morará enquanto for presidente da Câmara.
- como todo político se desviava das questões polêmicas, igual ao personagem principal do filme Matrix, desviando-se das balas do inimigo.
- ao serem mostradas imagens do Ex-presidente em cordial conversa com o também ex-presidente Collor, como era de se esperar, não fez comentários a respeito.
Além do relatado acima, e muito mais, que poderão conferir no vídeo disponível no site da TV Cultura, cujo link coloco abaixo, o Deputado, ao ser questionado com veemência pelos profissionais da mídia, falava cada vez mais alto, atropelando-os como um rolo compressor, impedindo-os de concluir o raciocínio. Há um ditado popular que diz "SE GRITO resolvesse, porco não morria." Acho muito sugestivo, porque o que se percebeu durante todo o programa foi isto, o entrevistado querendo ganhar as discussões no grito, não na argumentação ponderada, embasada.
Em alguns momentos criticou a Mídia, dizendo que ela não reflete a opinião do povo, será que ele então reflete a nossa opinião?
Será que todos ignoramos tudo o que está ruim ao nosso redor, nos transformamos em Polianas, ou no Rei da famosa história "O Rei nu", do conto de Hans Christian Andersen, nos fingimos de tolos e acreditamos nas palavras dos bajuladores do Rei?
Deixo algumas questões para cutucá-los!
Acessem o vídeo:
http://www.tvcultura.com.br/rodaviva/programa/1246

Comentários

Ivan Leite disse…
Seu texto é consciente e nos alerta para a crítica política. Parabéns pelo texto.
Delfiol disse…
Prof. Ivan, muito obrigada por suas palavras, pela sua leitura atenta dos meus textos. Volte sempre!!!