Coincidências

Estive pensando sobre as coincidências. O que na nossa vida é mera coincidência? O que é pré-determinado de alguma forma?
Porque esse pensamento? Porque esse ano perdemos inesperadamente um tio, muito querido, de 86 anos. Conversando com os familiares a respeito de sua morte, soubemos que teve algo comum com a morte de outras duas pessoas da mesma família, no caso, irmão e pai dele.
O pai morreu aos 92 anos em virtude de uma queda no quarto, ocasionando a fratura da bacia, acredito outros órgãos, pois foi internado, não resistiu.
O irmão morreu, aos 66 anos, após cair do topo de uma escada, teve traumatismo craniano, morreu uma semana depois.
Ele estava calmamente em sua residência, final de tarde, calorão do interior do Paraná, resolveu lavar os pés. Para lavar os pés, ergueu uma das pernas, colocou o pé no tanque de lavar roupas, desequilibrou-se, tentou se segurar, apoiando-se em uma viga que sustentava o telhado... a viga não suportou o peso, a pressão, o telhado ruiu. O restante não precisa contar, pois iniciei esse assunto falando de perda, morte, e coincidências.
Nesse caso, seria uma coincidência? Ou não? Seria destino? Ou não?
São muitas as perguntas...
"O cientista não é o homem que fornece as verdadeiras respostas; é quem faz as verdadeiras perguntas"
Lévi-Strauss, in:
http://www.citador.pt/citador.php , ACESSO EM: 25/05/2006.

Comentários