Novidades no caminho da Cantina da Figueira 2

Há algum tempo postei, aqui, um texto falando da Cantina da Figueira e várias fotos. Um leitor, que conhecia o lugar, comentou que faltou a foto da famosa figueira.
Já estive neste local várias vezes, seja para ver a paisagem, para ir até a Cantina levar amigos, parentes para almoçar.
Hoje fizemos um roteiro diferente, cujas fotos postarei aqui, como o dia esta rendendo, esticamos até a Cantina.
Fomos conhecer a famosa Pedra do Índio, local de onde se avistam as Três Pedras de forma privilegiada.
Para se chegar até lá, como é uma propriedade particular, paga-se R$ 5,00 por pessoa. Da casa até o local da Pedra uma caminhada leve, descida, de cerca de 600 metros. A vista compensa tudo! A visão se alarga e parece que faltam olhos para enxergar tudo e mente para registrar, mas temos a fotografia! Que bom!
O casal, que recebe os turistas no Sítio Planalto, é muito simpático e na varanda deixam um café para receber os turistas. Prendem os cachorros. Indicam o local, avisam das vacas com crias, que estão devidamente separadas, pois ficam muito bravas neste período, se alguém se aproximar de sua prole.
Após embevecermos nossos olhos com tanta beleza, rumamos para a Cantina da Figueira. Hoje não almoçamos por lá. Fomos recebidas pela proprietária, D. Neusa, que a todos trata como velhos amigos.
Tomamos um delicioso café com pão caseiro, queijo fresco, doce de leite. Tudo feito ali mesmo e com o carinho da família dela.
Sempre que alguém vai até lá, pela primeira vez, ela traz um caderno, onde este visitante deixa suas impressões sobre o local e uma mensagem para ela. Um registro delicioso das opiniões de seus clientes!
Desta vez trouxe de lá um cartão postal e um livro. O livro contém outros locais interessantes da região e restaurantes. Ilustrado com belas imagens. Pode ser baixado da internet, mas facilito para você, que quer conhecer a região, deixo o link abaixo.
Na Cantina come-se muito bem! Tudo feito com o amor e carinho da família da D. Neusa. Almoço generoso com pratos brasileiríssimos: feijoada, polenta, macarronada, frango frito, costela, mandioca frita! Bem. O cheirinho e o sabor deliciosos só eu senti! Este não tem arquivo para postar para vocês, leitores.
Se você estiver passando uns dias em Botucatu, não perca! Vá até Bofete e conheça a região das Três Pedras e almoce neste local acolhedor.


Três Pedras são os pés do Gigante Adormecido (Deitado)


Três Pedras vistas da Pedra do Índio


A Figueira que dá nome à Cantina.

SABORES DA CUESTA – Folheto Informativo pesquisado e elaborado por Toninho Sanches – Líder do Grupo de Caminhada Papa-Trilhas 

Postal Três Pedras – Bofete – sem créditos da foto.







Comentários