“Carnaval, futebol e mulher”


Em matéria no Jornal do SBT, que tratava sobre os problemas dos brasileiros com o aprendizado da Matemática, entrevistaram um sujeito, um transeunte, que respondeu que “Nós priorizamos outras coisas: carnaval, futebol e mulher”.
A matéria continuou, mas não se ateve a este comentário do rapaz, pois não é interessante para ninguém se criticar o futebol, afinal muita gente ganha com ele: os jogadores que ganham verdadeiras fábulas, os cartolas, basta lembrar o recente escândalo de um chefão da FIFA no Brasil, os times e seus presidentes, as TVs que retransmitem os jogos.  Todos ganham, menos os torcedores fanáticos.
Por que fanáticos? Deixam de estudar, trabalhar, fazem qualquer coisa pelo time do coração.
Não é novidade para ninguém que em dia de jogo transmitido pelas televisões brasileiras, o país (muita gente) para de desempenhar seus papéis para ir ao Estádio, assistir à TV em casa, isto implica em matar aulas na escola ou na faculdade, não uma noite, mas todas as noites em que estes jogos aconteçam, sejam dos campeonatos brasileiro, estaduais, e são tantos os campeonatos e as copas isto, aquilo...
Quanto ao carnaval já se fala há muito tempo que “o Brasil só funciona após o carnaval”. Isto virou uma convenção a tal ponto que há muitos alunos que não frequentam as aulas, mesmo na semana ou semanas anteriores ao Carnaval, deputados e senadores não vão às sessões da Câmara fazer o trabalho para o qual foram eleitos e pelo qual são pagos com nosso dinheiro.
Priorizamos outras coisas, menos a Educação!
Isto é tão verdade que para realizar a Copa no Brasil, em 2014, a burocracia das licitações (uma exigência legal para gastar verbas do Estado ou Governo Federal) virou mero detalhe.
Mas falem em aumentar os salários dos Professores... O tratamento é outro! Lembram a Lei de Responsabilidade Fiscal. Falam que professor bem pago não significa uma boa escola. Entre outras tantas falácias.
Quando vamos mudar a mentalidade dos brasileiros em geral e dos políticos brasileiros?
Quando vamos falar “Nós priorizamos a Educação em primeiro lugar, segundo, terceiro!”?

Comentários

Anônimo disse…
Você escreveu o que penso e gostaria de escrever parabéns!!!