domingo, 30 de março de 2014

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE ENEM/ENCCEJA

Fiz duas postagens, muito acessadas, falando sobre o Enem e o Encceja, duas importantes avaliações para alunos que pretendem eliminar matérias ou o curso todo.
Sempre acompanho todos os comentários postados em todas as matérias e respondo a todos. Tento fazer isto o mais rápido possível e responder aos questionamentos dos leitores do Blog, entretanto ao ler as perguntas notei que são enviadas, com um texto um pouco diferente, questões já respondidas por mim, portanto bastaria ao interessado, ler os comentários e buscar a resposta a sua questão.
Sei que todos temos uma vida muito corrida, que nem sempre as pessoas dispõem de tempo para ficar lendo, por isto reúno aqui todas estas dúvidas, que organizei por assunto. Pretendo desta forma a auxiliar todos que acessam o blog em busca de mais informação e respostas para suas dúvidas.
Faço isto, pois estamos novamente em tempos de Encceja, o que gera nas pessoas uma ansiedade e uma busca por maiores informações.
Para aqueles que desejarem, tiverem tempo, ler todas as postagens sobre este assunto, elas se encontram nas “Postagens populares” neste blog. Basta escolher o texto, clicar no link e será redirecionado para ele.
Boa leitura e boa avaliação a todos!

Obs. Os textos entre aspas são dos autores, postados nos comentários. Foram copiados e colados, sem correções.

I – Reprovação na redação reprova em outras matérias?

  1. “Minha esposa passou em todas as matérias do Encceja 2013, mas, infelizmente obteve 4.5 em Redação, existe alguma possibilidade dela fazer somente essa Disciplina em algum Curso particular ou do Estado para eliminar e conseguir aprovação.”
  2. “A Soma necessária é 450(prova)+500(redação). O que seria 950. Porem tirei apenas 440 na redação mas tirei 553.7. Será que a nota da prova não compensa a nota da redação?”
Resposta:
A respeito dos seus questionamentos, segundo informações do site do Inep, ao ser reprovada em redação, sua esposa automaticamente foi reprovada em toda a área de Linguagens e Códigos, portanto precisará fazer novamente a prova do Encceja nesta área ou, se houver esta possibilidade no seu estado, cursá-las em um curso de EJA de presença flexível (Centros de Ensino de Educação de Jovens e Adultos). Verifique junto à Secretaria Estadual ou Municipal de Educação se há algum curso de EJA de presença flexível, caso contrário terá que refazer a prova do Encceja na área citada.

  1. “Eu tirei acima de 450,00 nas provas do enem menos na redação :/ e eu curso o terceiro ano ainda e queria tirar matematica do meu componente curricular da escola, tem como eu consegui tirar essa matéria pela minha nota ?”
Resposta:
- reprova em redação significa reprova em todas as matérias da área de Linguagens e Códigos, portanto nas disciplinas desta área você não foi aprovado;
- quanto à matemática, precisa entrar em contato com a Direção da Escola, verificar o que consta no Regimento Escolar a este respeito.
O Regimento é o documento da escola, no qual constam as normas legais (relativo à leis) que organizam a escola. Este documento, para ter validade, precisa estar homologado pela Diretoria de Ensino, no caso das escolas estaduais, particulares e municipais (ou pela Secretaria Municipal de Educação) do Estado de São Paulo, ou pelo órgão responsável pela Supervisão das escolas no seu Estado.

II – Material para estudar para o ENCCEJA

  1. Eu procuro provas anteriores do ENCCEJA, pois minha mãe irá realizar as provas e infelizmente no site do inep eu só consegui encontrar os gabaritos das mesmas. Pesquisei no google e encontrei apenas provas mais antigas (2004, 2005), e não tenho certeza, mas estudar com material de estudo desatualizado costuma não ser uma boa.
Resposta:
No site do INEP você encontra materiais de estudo, que poderá baixar para sua mãe. Eles se encontram no seguinte link: http://portal.inep.gov.br/web/encceja/materiais-para-estudo
Neste site https://sites.google.com/site/enemchute/apostilas-do-encceja, segundo informações, há apostilas do Encceja de 2009, mas não acessei o material, não sei, portanto se é confiável, uma vez que no site do Inep não disponibilizam mais este material.
 
Espero que tenha ajudado!

III – Aproveitamento de notas das avaliações do ENCCEJA/ENEM

  1. Eu fiz o enem 2013 para conseguir o certifiado de enino médio...porem tirei duas notas baixa...em Ciências da Natureza e suas Tecnologias 406.3 e Matemática e suas Tecnologias 448.7...Gostaria de saber se é possivel eu refazer apenas esses dua materias eliminando assim as demais ,ja que tirei a nota exigida pelo enem...E qual a instituição que eu poderia fazer se é possivel...grato.
Resposta:
Pesquisei no site do INEP, encontrei no documento "Orientações para obtenção de certificação de conclusão do Ensino Médio" a resposta a sua pergunta:
"Para efeito de certificação é permitido o aproveitamento de estudos – obtidos por processos de escolarização formal – e de outras formas reconhecidas oficialmente de eliminação de componentes curriculares. Por exemplo, o participante poderá utilizar os resultados de edições anteriores do ENEM (a partir de 2009) e de outros Exames da mesma natureza para obter a certificação, como o Encceja ou outros exames supletivos, em atendimento ao que dispõe a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira."
Segundo este documento, o texto acima, a partir de 2009 é permitido o aproveitamento de estudos de outras avaliações, exames supletivos, mas acredito que precisará ver, no ato da nova inscrição do ENEM, se haverá esta opção para você.
Você não informou onde mora, mas poderá ver na sua cidade, se existe algum sistema público de supletivo de presença flexível (em SP temos os CEEJAS, Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos), no qual o aluno estuda em casa, vai até a escola tirar dúvidas com professores de plantão, depois realiza avaliações e elimina as disciplinas, que faltam para concluir o ensino fundamental e/ou o ensino médio.
A este respeito informe-se com a Secretaria de Educação do seu Estado ou do seu município. 
Espero tê-lo ajudado!
Boa sorte! Muito sucesso nos estudos!!!

  1. hj fui no ceeja fazer minha inscriçao para o provao no estado de rondonia, e a atendente falou que eu poderia usar asminhas notas do enem para eliminar materias. mais ai que ta a pergunta. no ano de 2013 eu nao fiz.no ano de 2012 eu fiz apenas um dia e passei nas duas materias(ciencias humanas e suas tecnologias eciencias da natureza e suas tecnologias.. e no ano de 2011 eu passei nas 4 provas e reproveiem redaçao... sera que eu posso usar asnotas do enem de 2011?”
Resposta:
Leve ao CEEJA, da sua cidade/região, toda documentação que tiver, referente ao Enceja, eles farão uma análise destes documentos e poderão orientá-los sobre o que utilizar.

IV – Critérios de Certificação

  1. “Gostaria de esclarecer uma dúvida, eu vou me inscrever para a prova do Encceja esse ano também : data de 6 a 28/3 e as provas em 31/05 e 01/06. Gostaria de saber se consigo me inscrever no Enem para concluir o ensino médio também, sendo que provavelmente não terei nem feito a prova do Encceja muito menos obtido o resultado da prova antes de encerrar as inscrições para o Enem, é possível me inscrever mesmo assim? Acho que até a data da prova do Enem eu já estarei com o resultado em mãos da prova do Encceja...”
Resposta:
Quanto a sua pergunta, acredito que possa fazer a inscrição sim, afinal como será impedido de realizá-la? Mas precisa verificar quais os critérios do ENEM para receber o certificado. Um deles é a idade, ou seja, ter 18 anos até a data da primeira prova do ENEM. 
Pesquisei em alguns sites, que tratam do assunto, que orientam a respeito da documentação para solicitar a certificação, mas não encontrei orientações a respeito no site do Inep, nem no manual do enem 2013.
Você deve, no ato da inscrição, ler toda documentação sobre o enem 2014: editais, portarias, manuais. Espero tê-lo ajudado!

V – Encceja e validação no GDAE (somente para moradores do Estado de São Paulo)

  1.  “Eu estou com uma duvida enorme eu fiz o encceja no ano 2008 e até hoje meu nome não está no GDAE ,teria que estar lá ?Não fiquei devendo nenhum documento.”
Resposta:
Por favor, entre em contato com a Diretoria Regional de Ensino da sua região, pois lá existe alguém que poderá ajudá-la nesta questão. Procure o Plantão da Supervisão ou o Núcleo de Vida Escolar.


sábado, 29 de março de 2014

Show de Oswaldo Montenegro em Botucatu foi um sucesso!

O auditório lotado, mas todos tranqüilos. O Artista chegou no horário! Somente Oswaldo suas violas, um teclado e muito talento!
Ele entoou suas músicas mais recentes, do Projeto “Canção Nua”, que começou na internet e virou show, devido ao grande sucesso. Entre seus clássicos cantou “A Lista”, “Metade”, “Bandolins”, “Lua e Flor”. Entre as mais recentes foram executadas “Velhos amigos”, “Eu quero ser feliz agora”. Nesta última, ele pediu a participação do público, que cantou o refrão com muita energia e alegra!
Entre uma canção e outra Oswaldo ia contando a história daquela música, como foi composta, para quem, porquê, além de alguns comentários sobre sua vida, sobre a política do País, do show biz.
Interagiu com o público, atendeu ao pedido de uma menininha de seis anos, que gritou pedindo para ele cantar “Velhos Amigos”. Foi muito simpático! Atendeu o pedido (a ordem como ele mesmo disse) imediatamente!

Já ficamos aguardando ansiosamente o próximo!!!






segunda-feira, 24 de março de 2014

Compartilhando mais do que café e pão de queijo

Há pouco mais de quatro anos mudei de cidade. De uma cidade de setecentos mil para uma de cerca de centro e vinte e sete mil habitantes. Na primeira foram uns dezesseis anos de vida, muito sofrimento para me adaptar uma cidade tão grande, onde, no início, nunca via ninguém conhecido pelas ruas, galerias, lojas.
Depois de quase duas décadas, claro, devido ao meu trabalho passei a conhecer muita gente, a ver rostos conhecidos e simpáticos na feira, no supermercado, no shopping. Isto fez eu me sentir acolhida, como parte integrante deste mundo, no início, assustador.
Com o passar do tempo sentimos a necessidade de mudar para um lugar mais calmo. Nos mudamos. Começou tudo de novo. Andar pelas ruas e sentir-se sozinha. Agora um pouco pior, pois não veio ninguém de minha família: irmãos, cunhadas, sobrinhos e sobrinhas. Quase um ano de tristeza, meio depressiva. Morando em uma casa (edícula) minúscula, úmida, grande metade de minha mudança encaixotada, outra parte ficou na casa de origem. Este foi um ano frio, úmido, de muita neblina, o que me deixava mais triste ainda.
No ano seguinte voltei a trabalhar e começar a conhecer pessoas, fazer amizades. Ainda sentia muita saudade de meus familiares, mas já ia me sentindo mais próxima, mais integrada a esta nova cidade.
Neste período de reconhecimento deste lugar conheci uma senhora, proprietária de um café, onde passava quase todas as manhãs para tomar um café, comer um pão de queijo, conversar um pouco.
Muitas vezes conversamos, falamos da cidade, de trabalho, de família, do comércio, enfim de assuntos diversos. Acho que nunca soube o nome dela, nem ela o meu. Somente esta semana, ontem, ao passar pelo café e tomar um café com pão de queijo, me veio a vontade de fotografá-la. Pedi, ela aceitou sem pestanejar. Tirei a foto, na qual mostrava ela e um pouco do Café, onde ela trabalha com muito afinco todos os dias. Após este momento, ao pagar a conta, ela pediu um abraço, nos abraçamos, paguei a conta e segui em frente. Somente depois deste momento, me dei conta que não sabia, não lembrava o nome dela. Perguntei. Agora ela não é somente a Senhora dona do Café. Tem um nome, uma identidade, compartilhamos histórias de vida!

Obrigada, Katarina, por me deixar fotografá-la, por compartilhar comigo algumas de suas histórias de vida e por ouvir um pouco das minhas ! 

terça-feira, 18 de março de 2014

Rio Paranapanema, entre Itatinga e Paranapanema

Nas últimas postagens escrevi sobre lugares visitados por mim. Acredito, por experiência própria, que perto de nós tem lugares interessantes, onde podemos nos divertir e muitas vezes sem gastar muito.
Neste final de semana conheci um destes lugares. Estou falando de Paranapanema, onde você pode ver belas paisagens às margens do Rio de mesmo nome, banhar-se nas águas do rio, não poluído, almoçar no simpático restaurante, cuja vista é o Rio e as margens de ambos os lados: Paranapanema e Itatinga, ambos os municípios na região centro-oeste do Estado de São Paulo.
Do lado de Itatinga não tem nada! Somente o final da rodovia vicinal, que termina às margens do Rio, onde fica um atracadouro para a balsa, este feito com restos de entulho, ou seja, um improviso total.
Do lado do município de Paranapanema há um pouco mais de estrutura, mas somente neste local. Se for até o centro da cidadezinha no domingo e procurar um lugar para almoçar, não vai encontrar! O único restaurante da cidade, informado por moradores, é este que fica às margens do Rio.
A balsa, segundo informações, atravessa de um lado a outro a cada hora e meia. Aqui fica outra sugestão aos Senhores Prefeitos: uma placa com os horários da balsa em cada lado do Rio seria muito útil!
A Rodovia vicinal que vai de Itatinga a Paranapanema é bem cuidada, mas muito sinuosa, o que requer muito cuidado do motorista. A vista é muito bonita!
Seria muito bom também se houvesse mais placas informativas indicando as cidades próximas, pois só as vemos nas rotatórias, fora isto não sabemos se estamos na direção certa. O que nos resta é pedir informações aos moradores!
Se quiser saber mais sobre o Rio, acesse os sites:

Vejam abaixo fotos de ambos os lados do Rio Paranapanema.










Margem do lado do município de Paranapanema


Restaurante


Detalhe da varanda do restaurante



Praia do lado do município de Itatinga
















domingo, 9 de março de 2014

Música na Praça do Bosque - Botucatu

Vivi muitos anos, aproximadamente vinte, em uma cidade grande, onde a vida era extremamente corrida. Os sábados eram reservados, em geral, para as coisas da casa: supermercado, sacolão, açougue, feira. As vezes fazíamos a feira aos domingos, o que era mais comum, ocuparmos parte da manhã de domingo na feira do bairro mais próximo.
A cidade tinha vários atrativos, entre eles, uma banda, a Banda Lira. Nunca fui à praça ouvi-la. Nem lembro se algum dia soube os horários das apresentações.
Hoje tive a oportunidade, novamente, de ver a Banda. Em outra cidade, na praça. Esta se apresenta regularmente na Praça do Bosque,  local onde também tem feirinha de artesanato, doações de animais, muita gente circulando.
Passando rapidamente pelo local, vi os músicos chegando, um após o outro. Fiquei por ali. Visitei as barracas de artesanato, conversei com algumas pessoas, fotografei. Fiquei ocupando o tempo até a Banda começar... Na verdade o nome é Corporação Musical “Dr.Damião Pinheiro Machado”.
Quando começaram, sentei-me e fiquei observando as pessoas ao redor. Uns, assim como eu, fotografavam. Outros assistiam, algumas crianças se mexiam no compasso da música. Aos poucos, ao redor da Corporação, as pessoas foram se juntando à medida que eram tocadas músicas mais conhecidas como Brasileirinho, Boate Azul, e outras.
A música foi ocupando a praça, a cidade, as cabeças! Os músicos, via-se, pelas suas expressões, felizes em poder dividir com o público a sua Arte.
Neste ambiente encontrei um senhor que filmava e fotografava tudo! Aproximei-me, inicialmente, para fotografar também. Acabamos conversando um pouco. Ele, avô de uma das integrantes da Banda, filma todas as apresentações e as disponibiliza no You Tube. O simpático Sr. George. Orgulhosamente, duplamente orgulhoso, ele divulga o trabalho da neta, muito jovem, de todos os músicos e do maestro Carlos, que levam a música e o nome da cidade em todas as suas apresentações.

Parabéns a todos pelo belíssimo trabalho! 
























Postagem em destaque

MENOPAUSA: O MONSTRO QUE ME ATORDOA!

Evito escrever aqui, neste blog, sobre minha vida pessoal, pois desde   o princípio não tive isto como proposta. Tento evitar também trata...

Você também poderá gostar de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...