Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Mais uma vez as sacolinhas plásticas...

Acabei de ler uma matéria de jornal, na qual são analisados aspectos da distribuição ou não das sacolinhas plásticas nos supermercados. A matéria traz algumas informações interessantes, discute o interesse mercadológico por trás desta campanha nacional contra as sacolinhas, da substituição delas pelas caixas de papelão, que antes eram recicladas, agora vão para o lixo comum. Um aspecto, que não vi discutido no texto, foi o correto descarte do lixo na cidade. Estamos em uma cidade de médio porte, com cerca de 160.000 habitantes, onde a coleta seletiva do lixo é praticamente inexistente, pois atende, segundo notícia veiculada em 2010 um jornal local, somente alguns bairros da região norte da cidade. Este assunto não é abordado com frequência nos jornais regionais impressos, nem nos jornais na web. Enquanto isto nos arredores da cidade um lixão aumenta sua altura a cada dia. Mesmo ficando um pouco distante da área urbana, se acontecer o crescimento da área urbana, como estamos verificando, n…

Os ipês e o espetáculo da vida

Você já parou para observar as árvores? Quando eu morava em uma cidade grande, próxima à capital do Estado de São Paulo, observava as poucas que haviam nos bairros onde eu circulava. O bairro onde morava, minha antiga rua, curta de dois quarteirões, calçadas estreitas, irregulares, sem espaço para árvores, pois atrapalhariam as garagens. Uma vez tivemos em uma casa vizinha, um pequeno pé de ipê amarelo, que se erguia teimoso, naquele pedacinho de terra, onde estava plantado. Subiu fininho, deu suas folhas verdes, um dia suas belas flores amarelas, deixaram-no dourado, vistoso. Não durou muito! Ele não existe mais! Somente uma foto dele restou, assim, jovem, mas acreditando na vida, vestido de amarelo pulsante. Aqui onde moro atualmente observo mais as árvores, que ainda são bastantes espalhadas pela cidade. Aqui também há ipês de muitas cores: amarelo, rosa, roxo, branco.  Observo muito os ciclos destas árvores. Durante o verão elas se cobrem de verde, que cobre sua copa, disfarça seus…