Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Aprender a conviver

Essa semana que passou fui à São Paulo para realizar um exame, talvez fosse fazer uma cirurgia. Na salinha de espera do hospital, mais pessoas na mesma situação que eu, algumas jovens, universitárias, outras de 40 e poucos anos, outras com sessenta. 
Enquanto aguardávamos os atendimentos, cuja espera se prolongou por várias horas, as pessoas fizeram de tudo: conversaram, assistiram tv, contaram piadas, riram, reclamaram, leram revistas de fofocas de famosos, questionaram a demora, observaram-se umas às outras.
Em um dado momento, perto das 9h00, a tv de lcd na parede estava exibindo o Programa da Ana Maria Braga, que estava entrevistando um casal da melhor idade, que haviam se encontrado há uns sete anos, se apaixonaram, estavam namorando há uns sete anos ou mais. O Programa, auxiliado por empresas, patrocinou uma transformação para a Senhora, que mudou cabelo, fez peeling no rosto, aplicações de laser nas mãos para tirar as manchas típicas da idade e do sol, implantou alguns dentes, co…

Decifra-me ou devoro-te!

Hoje, como tantos outros brasileiros, fui votar. Em uma escola perto de casa, por isso fui a pé. Na ida se via o vai e vem das pessoas, não muitas, porque era por volta de 12h30. O que se via era a sujeira característica desta época, santinhos de todos os candidatos espalhados pelas calçadas, pelos meios-fios, que certamente, na próxima chuva, serão carregados para os bueiros entupindo-os, ou então, levados pelo vento para dentro dos quintais das casas mais próximas. Próxima à escola uma cara conhecida, pelos santinhos que abarrotaram minha caixinha do correio, um candidato da região, a deputado federal (acho), com um grupinho conversando... sobre o que será? Nos corredores da escola não havia tanta gente andando, procurando seção, como acontece em cidade grande.  Nas seções mais antigas havia sim filas, até grandes. Na seção onde votei, não. A seção é nova, criada recentemente, para onde foram os títulos novos, transferidos, ainda tranquila, sem fila na porta, e isso me animou.  Fiquei…