Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Prédios antigos de Botucatu: algumas considerações

Botucatu, ou Ybitu Katu, cidade dos bons ares. Já esteve nesta cidade? Andou por suas ruas? Se sim, com certeza viu alguns prédios antigos, uns bem cuidados, outros nem tanto. Não sei quais são realmente históricos, mas gosto muito de ver algumas destas construções, pois há uma riqueza de detalhes nas fachadas, nos jardins, nos  vitrais. A mais conhecida, a Catedral de Santana, lembra muito a Catedral da Sé (São Paulo). Olhando-a por fora, não parece ser muito grande, nem muito suntuosa, mas no interior vemos os vitrais, os altares, o órgão. É muito bonita, vale a pena conhecer! Uma vez tomei um táxi, comentei com o taxista a respeito da beleza da Catedral, mas ele me disse que a igreja mais bonita da cidade é a de Nossa Senhora de Lourdes. Algumas vezes tentei olhá-la por dentro, mas nem sempre fica aberta, em horários de missa não gosto de entrar, porque atrapalharia o ritual, se de repente começasse a andar, observar os detalhes e tirar fotos. Dia desses consegui entrar na Igreja Noss…

Reflexões políticas

Tenho ouvido os principais candidatos à Presidência falando na tv, recortes de debates com instituições, sindicatos, empresas. Algumas coisas têm me chamado muito à atenção. Alguns deles estão prometendo instalar clínicas de recuperação de drogados no Brasil inteiro, mas fica a pergunta... por que não fizeram isso nos seus respectivos Estados? Essa pergunta é válida para quem já foi governador, deputado... Afinal o fantasma das drogas assusta a todos nós há bastante tempo, não é uma discussão nova, um problema que surgiu no ano passado. Se discute o poder nefasto do crack há bastante tempo. Além dessa questão, fala-se, em quase todos os discursos, em melhorar a qualidade da saúde e da educação. Há décadas essas duas questões estão nos discursos dos prefeitos, governadores, secretários, presidentes... E por que quase nada mudou? Por que mesmo quando se implantou a CPMF PARA A SAÚDE, o dinheiro não chegou aonde deveria? Por que os bilhões desse IMPOSTO não mudaram em nada a saúde no nosso…

PROFESSOR DA REDE ESTADUAL DE SÃO PAULO, INFORME-SE!

Se você é professor da Rede Estadual e precisa de informação confiável, não quer ficar procurando em diversos sites ou blogs, há duas ótimas opções. A primeira é o Site da Diretoria de Ensino da Região de São Vicente (www.dersv.com), que é muito completo, atualizado diariamente com as notícias da SEE (Secretaria de Estado da Educação), em especial as Resoluções, Decretos. O site é muito organizado, fácil de navegar.  Ainda no mesmo site você tem a opção de cadastrá-lo no twitter, desta forma as principais notícias serão enviadas para o seu twitter. Muito prático, não? Além dessa opção, há no lado superior direito, na página inicial, um link para o Formspring.me da própria D.E., onde você poderá encontrar respostas para diversas perguntas dos professores, bem como fazer a sua também.  Existe também um Blog muito organizado, onde são postadas as principais notícias da Educação Estadual e da Prefeitura de São Paulo. O endereço é:http://diariodaeducacao.com.br . As notícias também são postada…

Paradoxos brasileiros

Você já parou para pensar nos paradoxos do Brasil? Não? Então vamos pensar nos principais, a meu ver, que mexem conosco por toda a vida e até a morte. Primeiro deles: os filhos dos pobres e classe média (baixa) estuda a toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio) em escola pública; o filho do rico, das classes mais abastadas, ou daqueles que (se matam para pagar) estudam em escola particular. O segundo paradoxo é uma continuação do primeiro: os filhos dos ricos cursam o superior nas melhores universidades públicas (que são mantidas também pelos impostos que os pobres, classe média, pagam), mas os filhos dos pobres e classes de menor poder aquisitivo estudam o curso superior, quando estudam, em faculdades particulares, pagas, nem sempre de boa qualidade. O terceiro é relacionado à saúde, tão em voga atualmente nos discursos de TODOS os políticos em campanha. As classes mais abastadas, classe dirigente do país, tem acesso aos melhores hospitais, melhores mé…

Convênio público e interesses particulares...

Pago, religiosamente, desde 1992, um “convênio” do Estado, que somente agora estou tentando utilizar, pois não pago mais convênio médico particular. Mesmo residindo em uma cidade, que acredito, há diversos médicos para cada cidadão, há uma grande dificuldade em ser atendida por eles. Começa pela Universidade pública existente aqui, dizem uma das melhores do Estado, quando se trata de cursos de medicina e veterinária. Todos os atendimentos do Estado de São Paulo se concentram nessa Universidade, o que não seria de todo ruim, pois dizem que o atendimento é muito bom, mas há uma agravante: toda a região Centro-Oeste é atendida aqui. Pela manhã, em uma das avenidas principais da cidade, pode-se ver os ônibus, ambulâncias de outros municípios trazendo seus pacientes para serem atendidos aqui. Além disso, a maioria dos médicos da cidade, segundo comentários de populares e de outros profissionais da área médica, trabalha nessa universidade e mantém clínicas particulares, o que, acredito, é um d…

Mudanças... Organização e transporte: cuidados

Todos nós passamos por inúmeras mudanças em nossas vidas, dentre elas a mudança de casa. Com ela diversas preocupações: transporte dos móveis, casa em outra cidade/bairro, burocracia inerente a compra ou aluguel, por aí vai. Também passei por isso algumas vezes, com cada uma delas aprendi algumas lições. Na primeira mudança, de casa alugada para nossa primeira casa própria, o transporte foi feito por um amigo nosso, que levou, em duas viagens, os poucos móveis que tínhamos, como também livros, revistas, jornais, bagunças que guardamos vida afora. Não preciso falar que nessa primeira mudança aconteceram alguns probleminhas com os móveis: alguns riscos, um vidro quebrado em um rack (na época era recém comprado), mesmo tendo sido tomados alguns cuidados. Na segunda mudança de casa própria para casa alugada, por necessidade de transferência de local de trabalho, mais alguns probleminhas, desta vez menores. Tivemos o cuidado de chamar um caminhão de uma pequenina transportadora, cuja equipe,…