Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Moda e a vida

Com a regravação da novela Ti Ti Ti, que traz na trama a disputa entre dois ex-amigos (ou inimigos) de infância, que se reencontram na fase adulta, na qual um deles se tornou estilista, o outro terá fama de estilista às custas de uma senhora, internada em uma casa de repouso, que faz belíssimos vestidos para bonecas; muito se fala e se falará sobre a moda. Pensando na novela e na vontade de minha sobrinha de usar saia de cintura alta, me veio à mente, que assim como ela, mais ou menos na mesma idade, também usei e amava saias e calças de cinturas altas, bem marcadas, que ficavam muito bem para uma mocinha de um metro e setenta, 53 quilos bem distribuídos e uma cinturinha muito bonita. É engraçado como a moda vai e volta como as ondas do mar, as vezes mudando, se renovando, outras vezes apenas copiando uma ideia, apresentando-a (de roupa nova, como novidade) para uma nova geração de adolescentes, de jovens. Já usei também a calça (no meu tempo se chamava Capri), que agora nem sei como é c…

Concurso Leia Comigo

Participei do Concurso Leia Comigo, da FNLIJ, mas não fiquei no seleto grupo dos vencedores... não fiquei triste, pois é seletíssimo, tanto que em uma das duas categorias nem houve vencedor!
Mesmo assim, publico abaixo um dos textos que escrevi, esclarecendo que o tema do referido concurso teria que abordar necessariamente situações de leitura compartilhada. Podia ser um texto de uma situação real ou um texto fictício.


Leitura mágica

Ela estava em sala de aula. Realizava uma atividade de leitura com seus alunos da Educação Infantil. Escolheu, após votação pelas crianças, o conto de fadas “Cinderela.” Abriu o livro, grande, bonito, colorido, com belíssimas imagens dos personagens. Mostrou a capa às crianças, falaram alguns minutos sobre o que viam. Em seguida, iniciou a leitura, modulando a voz de acordo com os personagens, fazia umas paradas estratégicas, perguntava para os pequeninos “o que vocês acham que vai acontecer agora?”, via as mãozinhas se levantando freneticamente para respond…

Algumas palavras sobre a desburocratização - parte 2

Após enviar alguns e-mails, receber algumas "respostas", tive acesso a um telefone e nome (de uma PESSOA) com quem deveria falar, saber o porquê do não recebimento dos meus vales alimentação, que após quatro meses de trabalho, ainda não foram pagos.
A pessoa que atendeu, muito educada por sinal, falou-me das mudanças de algumas leis, que mudaram jornadas do professor, mas que não foram feitas adequações para o pagamento, de acordo com as novas regras, desse benefício, pois as Secretarias A, B, C responsáveis pelos funcionários (professores), contratação, pagamento, etc... ainda não se sentaram para discutir o problema, o que deverá acontecer nos próximos dias. Que os Secretários vão sentar e discutir as soluções para o problema dos professores efetivos, que são os que não estão recebendo o referido vale. 
Tudo isso me leva a pensar, que primeiro mudam-se as leis, depois corre-se atrás dos prejuízos... no caso, os prejudicados estão sendo aqueles, que estão trabalhando  sem rec…