QUESTIONAR É VIVER!

Hoje, assistindo ao jornal, logo pela manhã, vendo as notícias políticas, analisando as falas e seus falantes, comecei a me questionar...
Esses senhores que dão entrevistas, com voz firme, com sugestões e propostas de mudanças nas leis, nas vidas das pessoas, nos salários dos outros muito pouco, no salário deles (parlamentares) muito, muito, muito, muito aumento, afinal a arraia miúda (nós, pagantes de impostos) estamos aqui a trabalhar a semana toda, muitos, milhares, inclusive aos sábados e domingos (sem direito a recessos em janeiro, fevereiro, julho), sem termos o carro oficial e o combustível (pago pelos erário nacional, em outras palavras: impostos que PAGAMOS de todas as formas possíveis e imagináveis), tomamos diariamente os ônibus lotadíssimos, os trens (espanhóis) onde pessoas desmaiam sufocadas pelo calor, pela falta de espaço, pelo cheiro de "desodorante vencido"... Senhores! Tudo isso sei de experiência própria!!! Eu vi, vivi, vivo essas experiências!!!!
Quando ando de ônibus, nos ônibus lotadíssimos (horários de pico principalmente) do ABC Paulista, lembro-me dos ônibus de Curitiba! Transporte de primeiro mundo: um ônibus a cada 5 minutos!!! Pontos vazios! Todos os ônibus e plataformas acessíveis, com elevadores, para os deficientes físicos. E mais: com passagem mais barata do que os ônibus circulares das cidades da Grande São Paulo!
Esses senhores parecem ter todas as respostas, soluções para todos os problemas que nos afligem. Mas se estão se revezando no poder há tanto tempo, porque a situação só parece piorar? Por que estão fazendo um PACto para tirar direitos históricos dos trabalhadores? Por que os empregadores, industriais, banqueiros, estão aplaudindo tais mudanças?
Por que estamos tão apáticos aos nossos grandes problemas? Por que continuamos sentados vendo a vida pela TV?
São muitos porquês! Mas e as respostas para todos eles?

Comentários