Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2008

Sobre leituras, amigos, livros...

Hoje, após ler um texto de Marcos Kahtalian intitulado “É melhor ler Harry Potter”, que trata da curiosidade benéfica causada pelas histórias do bruxinho, devorado pelos adolescentes, que lêem 600 páginas em dois dias!, relembrei minha época de aluna.
Ao contrário de algumas professoras de Ciclo I (1ª a 4ª série), que lêem livros paradidáticos diariamente para seus alunos, não tive professoras assim! Não tinha livros à mão cheia em minha casa. Não tinha biblioteca aberta aos alunos nas escolas onde estudei.
Minha lembrança de biblioteca, da escola onde fiz o primário, era uma casa que vivia fechada, onde nunca tive o prazer de entrar. O único livro que conheci nessa fase, na escola, foram a cartilha e os demais livros didáticos (comunicação e expressão).
Na escola onde fiz o ginásio, havia um espaço, com portas de vidro, que deixavam ver as estantes, os livros, mas também nessa época, nunca entramos nela. Nunca fomos levados até ela pelos professores, nem a víamos aberta durante o períod…

Comentários sobre escolas pernambucanas em ruínas

Ontem, assistindo ao Jornal, primeiro o da Globo, depois em outro canal, assisti à notícia sobre a interrupção das aulas das escolas pernambucanas, que literalmente caíram aos pedaços, e as que não caíram não estão em condições de receber e abrigar alunos, professores e funcionários.
Em uma das reportagens foram mostradas as fotos dos telhados, que caíram porque eram sustentados em madeiras velhas e carcomidas por cupins, outras restavam paredes precaríssimas em pé, outras cobertas com telhas tipo eternit, que sabemos muito bem esquenta muito. Imaginem o clima pernambucano, aquele calor, as crianças com os seus cérebros sendo cozidos embaixo desses telhados quentes e insalubres.
Outras crianças foram mostradas participando das aulas em um salão de um clube, utilizando inclusive os mesmos sanitários que os adultos utilizam durante as festas, bailes... Isso é local para um aluno assistir às aulas? Onde estão neste momento as Promotorias, os Ministérios Públicos e demais órgãos responsávei…

Com que roupa eu vou?

Ouvi na Tv, também li na Folha de S. Paulo Online a respeito da calorosa discussão suscitada pelo Deputado Mão Branca, ao insistir em freqüentar a Casa (Câmara Federal) usando chapéu de couro, típico de vaqueiro da região norte-nordeste.
Os demais deputados começaram a se incomodar porque um vai trabalhar de chapéu de couro, o outro de bombachas...
Mas... nesse dia, nos subseqüentes... não havia pauta a ser votada? Não havia a ordem do dia a ser cumprida? Os deputados federais não são os representantes do povo? Não foram eleitos por nós, eleitores? Não recebem o polpudo salário, que sai dos nossos bolsos via impostos mil? A saber: IOF, CPMF, COFINS, ICMS... isso só para citar os mais conhecidos...
E falando em CPMF: não era PROVISÓRIA? Por que estão querendo torná-la "provisória" por mais alguns anos? Há quantos anos ela é Provisória? Por que os poderes não refazem suas contas, cortam as "gordurinhas" dos altos salários, das altas aposentadorias... e não refazem as co…

QUESTIONAR É VIVER!

Hoje, assistindo ao jornal, logo pela manhã, vendo as notícias políticas, analisando as falas e seus falantes, comecei a me questionar...
Esses senhores que dão entrevistas, com voz firme, com sugestões e propostas de mudanças nas leis, nas vidas das pessoas, nos salários dos outros muito pouco, no salário deles (parlamentares) muito, muito, muito, muito aumento, afinal a arraia miúda (nós, pagantes de impostos) estamos aqui a trabalhar a semana toda, muitos, milhares, inclusive aos sábados e domingos (sem direito a recessos em janeiro, fevereiro, julho), sem termos o carro oficial e o combustível (pago pelos erário nacional, em outras palavras: impostos que PAGAMOS de todas as formas possíveis e imagináveis), tomamos diariamente os ônibus lotadíssimos, os trens (espanhóis) onde pessoas desmaiam sufocadas pelo calor, pela falta de espaço, pelo cheiro de "desodorante vencido"... Senhores! Tudo isso sei de experiência própria!!! Eu vi, vivi, vivo essas experiências!!!!
Quando an…

MARCAS DA ALMA

Outro dia uma pessoa, durante uma conversa, olhou-me no rosto, assustada falou que nunca tinha percebido, mas que eu tinha uma cicatriz, uma marca no rosto!!!
Após essa breve conversa, falamos sobre cirurgias plásticas, sobre acidentes infantis que deixam marcas em nosso corpo, como a minha fruto de um arame farpado, que cravou no meu rosto, ao cair de um apoio, onde estava, curiosa, olhando a boiada passar no “carreador”. Emoção, susto, queda, ferimento, sangue, choro, cicatriz!
Após essa conversa, fiquei pensando nas cicatrizes, nas marcas, não essas externas, que temos na pele, no rosto, nos braços, nas pernas.
Será que não temos outras cicatrizes? Outras marcas?
Acredito que durante nossa vida carregamos, acumulamos cicatrizes, algumas externas, outras internas.
As externas, marcadas em nossa pelo por ferimentos, nos incomodam, incomodam mais aos outros, que nos vêem, nos questionam sobre elas. Para essas há alternativas, há as cirurgias plásticas, que podem reparar tecidos, recompor, …

Perigos do orkut

Há algum tempo tenho ouvido, na mídia, várias reportagens falando sobre os perigos do orkut.
Em parte concordo com eles, porque há muitas comunidades mal-intencionadas, assim como há na internet inúmeros sites desqualificados com conteúdos como pornografia, pedofilia, entre outros.
Apesar desse lado negativo, há, como tudo, o lado positivo:a possibilidade de re-encontrar pessoas.
Nem sempre encontramos pessoas com as quais gostaríamos de manter contato, nesse caso há a opção de bloquear o pseudo-amigo.
Na internet, especialmente, em nossas caixas de mensagens também recebemos mensagens indesejadas, especialmente as publicitárias, mas aqui também há a opção: apagar!!!
Pelo orkut reencontrei alguns amigos, que não via há mais de vinte anos. Ponto positivo. Positivíssimo.
Há os pontos negativos, entre eles também, há agora os "orkuteiros", que passam pelas nossas páginas deixando falsos "scraps", com arquivos mal intencionados do tipo: vejam as fotos da nossa festa... aí ve…

Coincidências

Estive pensando sobre as coincidências. O que na nossa vida é mera coincidência? O que é pré-determinado de alguma forma?
Porque esse pensamento? Porque esse ano perdemos inesperadamente um tio, muito querido, de 86 anos. Conversando com os familiares a respeito de sua morte, soubemos que teve algo comum com a morte de outras duas pessoas da mesma família, no caso, irmão e pai dele.
O pai morreu aos 92 anos em virtude de uma queda no quarto, ocasionando a fratura da bacia, acredito outros órgãos, pois foi internado, não resistiu.
O irmão morreu, aos 66 anos, após cair do topo de uma escada, teve traumatismo craniano, morreu uma semana depois.
Ele estava calmamente em sua residência, final de tarde, calorão do interior do Paraná, resolveu lavar os pés. Para lavar os pés, ergueu uma das pernas, colocou o pé no tanque de lavar roupas, desequilibrou-se, tentou se segurar, apoiando-se em uma viga que sustentava o telhado... a viga não suportou o peso, a pressão, o telhado ruiu. O restante não …

Meus amigos da FAFIPA

Essa semana estive pensando sobre os bons acontecimentos da minha vida, impressões que marcaram minha trajetória e minha alma.
Minha infância foi marcada por boas impressões, entre elas, a presença da família, família numerosa: de muitos tios, primos, conhecidos, mas principalmente a presença forte de minha mãe e meu pai.
Outra impressão da infância foram os amigos, que vieram e se foram, a vida foi nos separando, mas nunca os esqueci: Luiz, Irani, Dico, Regina, Beta... são alguns deles.
Adolescência... primeiro namorado! Tarde para os "padrões" de hoje"! Aos dezessete anos. Mas não me arrependo! Vivo o meu tempo!!!
A Faculdade!!! Tempo de impressões que me marcaram: as manifestações pela melhoria da qualidade e a gratuidade do ensino! Luta estudantil consciente, sem badernas!
Tempo de amigos verdadeiros: Pedro, Licei, Neuza (com Z), Marisa, Dorcas, Dâmia... são alguns!!!
Pedro, poeta, excelente jogador, campeão, amigo insubstituível, presença forte nas aulas, nas conversas n…
Esse blog tem como nome "impressões", justamente por pretender publicar minhas impressões sobre problemas que me angustiam, impressões sobre fatos do cotidiano, que me deixaram felizes, enfim, impressões sobre assuntos diversos, desde os mais sérios aos mais "supérfluos".
Como diria Pessoa, "Manufacturamos realidades. A matéria-prima continua a ser a mesma, mas a forma, que a arte lhe deu, afasta-a efectivamente de continuar sendo a mesma. Uma mesa de pinho é pinho mas também é mesa. Sentamo-nos à mesa e não ao pinho." O Livro do Desassossego, citado em: http://www.citador.pt/pensar.php?op=10&refid=200605030900
Dessa forma, quero pensar a realidade, para quem sabe, refazê-la, dar a ela uma outra cara, uma outra intenção!